sexta-feira, 6 de março de 2009

Alles ist Scheisse!

Nesse exato momento (09:27) acabei de desligar o telefone e falar um OI com um colega de faculdade que a tempos não o vejo - só sei que está online no MSN - E escutei um "OI PoLI!" todo carinhoso...
Um turbilhão de sentimentos vinheram à tona. Saudade, constrangimento, alegria, tristeza, amor e saudade de novo. É, esse termo explica todos os outros.
Senti falta de uma época em que colegas de faculdade eram apenas colegas de faculdade que queriam se conhecer, serem amigos e ora bolas, serem colegas de faculdade. Ou seja, dividir e aproveitar momentos: todas as festas, todos os trabalhos, todos os congressos, todos os micos, todas as loucuras que só se faz quando se está em uma universidade.
Sinto falta de não ter que 'definir' o quero para minha vida! Se vou gastar X com isso ou Y com aquilo. Sinto falta de morrer de vontade de chegar logo um feriado para ir visitar meus pais, hoje só penso em descansar e dormir...
Ninguém me disse que seria assim...
que o mundo dos adultos era tão estressante, etilico, fugitivo, utópico e sonolento ao mesmo tempo. Eu sei que não sou mais a Poli da universidade, a mulatinha de cabelos cacheados, saião de hippie, mochila nas costas e chinelos nos pés. Não tenho a paciência e serenidade que tinha quando era apenas um ser universitário. Hoje, sou a jornalista Poliana Macedo, continuo mulatinha, agora com cabelos lisos, de terninho,uma bolsa de couro e um belo scarpam nos pés.
E totalmente sem paciencia com as pessoas e com o mundo.
O que aconteceu comigo?
Eu tento.. bem que tento retornar àquele humor característico da Poli da universidade...

....

Ai que vontade de dormir e ficar ali..
Que vontade de não pensar em nada...
Nem saber que tenho contas para pagar e uma postura a concretizar. Porque querendo ou não, a sociedade cobra uma 'postura' de vencer na vida.
Trabalhe, page suas contas, trabalhe, tenha um carro, trabalhe, tenha uma casa, trabalhe, tenha uma marido, trabalhe, tenha filhos, trabalhe, trabalhe, trabalhe, trabalhe ...
Sonhos?
Será que são apenas sonhos?
Ou uma alvanca para arriscarmos o que temos de mais importante nessa vida: Nós mesmos!
Não posso me dar o luxo de planejar ainda mais em 2009.. ele já está acontecendo. E como um amigo me disse.. faça acontecer!
Tentarei..

...

Nenhum comentário:

Postar um comentário