quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Cartinha para Papai Noel

Eu estava dormindo até agorinha, mas como me acordaram com uma ligação e essa me fez pensar na minha vida, resolvi escrever uma cartinha para Papai Noel. (Tomara que no Pólo Norte tenha internet!)
Querido Papai Noel,
esse ano não posso afirmar com todas as letras que fui uma boa menina, porque acho que não fui.
Chorei demais. E acredito que, em anos onde as lágrimas tomam conta do sorriso, não são anos bons. Já posso fazer meu primeiro pedido: sorrir sempre em 2010.
O ano de 2009 foi um misto de alegria até julho, uns três meses de desgraça total e para finalizar, as coisas começaram a dar certo.
Nesse ano eu amei. Ah! E como amei Papai Noel. Me entreguei de corpo, alma e coração por esse amor. Acho que só eu mesmo. Não sei explicitar o que aconteceu, se bem que eu até que sei, mas é chato falar essas coisas por carta. Acabou oficialmente há três meses, mas meu coraçãozinho ainda dói muito e (já vem o segundo pedido) eu queria pedir a cura para isso. Muitos dizem que só o tempo cura, mas eita tempo demorado esse.. Jesus!
Voltando ao ser ou não ser uma boa menina. Eu orei muito e creio que isso contabiliza uns pontos positivos. Pedi muito para Deus e Nossa Senhora me mostrarem o caminho certo a seguir e quem as pessoas realmente são, sejam amigos, colegas, namorado.. enfim, todos que conviviam ao meu lado. E sabe quem ficou só para variar e eu sempre soube disso?
_Minha família. Meus pais e irmãos que sempre estiveram e estarão do meu lado.
Papai Noel, como amo minha família! E hoje sei, que com eles eu posso ter qualquer sonho que mesmo não concordando, eles me apoiarão e me amarão do jeitinho que sou. Nós somos UM. (E como sinto a falta deles nesse momento.) Acho que esse pode ser o terceiro pedido: minha família perto e juntinha de novo...
Eu nunca vou esquecer de 2009, até porque não gosto de ano terminado em número ímpar. Fiz coisas que vão me marcar pelo resto da vida e que me atormentam toda noite. Tenho pesadelos e me arrependo tanto. Tudo seria diferente e tenho plena certeza disso...

Então velhinho, daí no segundo semestre meu mundo caiu (quase como o da Maysa)..
Fiquei sem chão, sem expectativas, sem amor próprio, desiludida com as pessoas e as coisas..Perdi a vontade de viver e toda aquela força e segurança era fachada, pois eu estava em frangalhos, pronta para fechar as cortinas e dizer Bon Voyage Mom Petit...
Mas Deus é tão bom que me injetou doses de ânimo me trazendo notícias boas. A partir dessas 'boas novas' esqueci meu mundo Maysa e tentei levar meus planos adiante, sabe aqueles projetos que a gente acaba deixando de lado e quando leva um susto já se passaram alguns anos e NADA aconteceu? Pois é. Eles me fizeram esquecer do acontecimentos e estou focada neles. Esse poderia ser o quarto pedido: concretizar meus projetos.
Enfim.. Papai Noel. Eu poderia ter terminado o ano de outro jeito e com outras pessoas na minha vida. Mas como eu acabei de dizer ao telefone, para uma pessoa, cada um faz suas escolhas, eu escolhi viver a 'Poliana' e seus sonhos. Passei no Mestrado, trabalho no que gosto e tenho uma família linda e acredito que os tenho orgulhado muito por serem meus pais, porque esse é o único propósito que tenho na vida em gratidão ao que eles me proporcionaram nesses 24 anos de existência da Poliana Macedo de Sousa e claro, por mais uns 100 anos!
Posso me expor com essas palavras? Creio que não.
É apenas uma cartinha de uma boa menina (ou não) que acredita em Papai Noel e na magia de existir.

Feliz Natal!
E que 2010 seja repleto de sorrisos para todos!

p.s: pedido de última hora: dá uma forcinha para que eu ganhe na Mega-Sena da virada! :D

Nenhum comentário:

Postar um comentário