quinta-feira, 30 de abril de 2009

Diário de Bordo: O peixe e a fonte da Câmara


Como é que duas coisas estranhas podem está em um mesmo lugar?
Pois é. Isso acontece.
Primeiro, ao entrar na Câmara Municipal de Colinas (última cidade do circuito de palestras, yes!) me deparo com uma fonte e uma ponte sobre a mesma. O.0
Diz a placa que esse (olha a pose da modelo!) local é para reflexão e paz do ambiente. Ok.
Daí, vou observar os peixes que estão naquela água suja e me deparo com um em especial. Não é que o peixe tem o rabo quebrado?
Ele não é normal não.. Tadinho.
Tirei uma foto e até gravei um vídeo (ficou uma'merdinha', mas está valendo). É estranho, mas está aí a prova que a natureza se supera em tudo. O.0

Diário de Bordo: O Penetra


Em Bandeirantes, no dia 28 de abril, fui perseguida por um penetra.
Ele não saía do meu pé. Tudo bem. Os animais podem e até que ele era bonitinho, mas precisa de um banho, pois o cheiro não estava 100% agradavél. Olha ai a foto do cachorrinho:

Diário de Bordo: A fome bateu no interior

Bom.
Esse lance da fome aconteceu em Carmolândia e Xambioá no dia 27 de abril.
Sabe como é interior, né? Comida é dificil.
Para matar a 'danada' encontrei um Skiny versão tradicional! E pensa! Delirei!
É o melhor skiny de todos os tempos!
Minha infância total! Comia tanto que cortava o céu da boca.. O.0

E, no final da tarde em Xambioá, na última palestra do dia, dei uma fugida para ir ao banco e encontrei uma singela sorveteria.
Na verdade, só comprei para trocar o $$$.
E me surpreendi: O SORVETE MAIS GOSTOSO QUE JÁ PROVEI. Recomendo.
O tiozinho que faz e é muito bom mesmo.
Está ai a propaganda. Espero que em julho, na temporada de praia do Rio Araguaia, ele me dê um desconto. O.0

Diário de Bordo: o Mestre dos Nós


Dia 23 de abril fomos nas cidades de Aragominas (vulgo Pé do Morro), Muricilândia e Santa Fé do Araguaia (detalhe: a última cidade não fica na beira do rio, daí não entendi o porquê do Araguaia).
O episódio aconteceu em Aragominas, cidade onde acontecem coisas supreeendentes que nem em Pato Branco. É aquela mesmo da TV.
Então, lá em Aragominas, 'daí', encontrei um 'mestre dos nós'. Palestra finalizada fui desamarrar os banners na entrada do prédio e uma 'criaturinha' de oito anos de idade, todo arrumadinho e com um par de botas pretas (bem lustradas, diga-se de passagem) nos pés veio até mim e me disse:
_ Você quer ajuda?
_ Não, obrigada. Já estou terminando.
Ele insistia:
_Mas eu sou bom nisso! Sei todos os tipos de nós.
_ E, é?
_ É. Eu tenho experiência. (O.0)
_ Então tá bom. Desfaz esse nó aqui que eu vou lá no outro.
O menino ficou todo compenetrado na sua função e narrava o desfazer do nó:
_ Esse nó eu conheço. Já fiz demais. Ele é fácil.
Eu calada.
Passados alguns segundos, eu já tinha desenrolado o outro banner e ele falava:
_ Estou terminando. Calma aí.
Isso com um 'tom' de autoridade, porém como o banner tem seus 4 metros de comprimento, eu já tinha desfeito o nó da outra ponta e começei a enrolar e ele, concentradissímo:
_Tenha paciência moça.
_ Mas eu estou calma.
Eu sorria sozinha do empenho do menino.
Sei que ele conseguiu terminar seu serviço e começou a puxar papo:
_ E a reunião? Foi boa? Cheguei atrasado, né? Não acredito que perdi, deve ter sido muito boa.
_ É. Foi boa sim.
Daí, do nada, ele sai e só diz:
_ Tchau. Próxima vez que vier aqui me chama que eu te ajudo.

O.0..

Então tá.

Diário de Bordo: Rio Afogado


Inicio uma sessão de post's sobre esses 8 dias que viajei pelo interior do Tocantins á trabalho.
Cada cidade é uma história, sem contar com as pessoas engraçadas e fatos inesperados que acontecem...
Pois bem, vamos começar do começo! O.0
No dia 22 de abril estive em Babaçulândia, Bielândia e Palmeirante e como gosto de conversar com as pessoas (lembrando que conversa com jornalista acaba virando entrevista), perguntei sobre o enchimento do lago da usina de Estreito/MA, o qual afetará várias cidades tocantinenses acabando com um dos principais meios de renda para a população ribeirinha: as praias (quando na seca do rio forma-se bancos de areia no meio da água, ou seja, é bom demais!). Elas são sazonais e geralmente (dependendo da chuva) aparecem de junho a setembro. Mas é no mês de julho que o 'trem' pega fogo. Turismo minha gente!
Barqueiros, barracas, camping, hospedagem em pousadas, ou seja, gente e $$$ para esse povo.
Mas vai acabar...
Com o enchimento do lago, a magia de chegar o mês de julho e ir passar o final de semana e até o mês acampado em qualquer uma das praias do Rio Tocantins acabará. Triste.
As pessoas dizem que receberam indenização, mas pelo valor que me passaram é uma vergonha! Fora o medo que essas pessoas tem de que a água passe dos limites e invadam suas 'novas' casas.
Deve ser terrível (na verdade, é!) ter boa parte da sua vida 'afogada' .
Eu ficarei só com as fotos e lembranças das minhas férias de julho nas praias do Rio Tocantins. Ainda bem que nos resta o Rio Araguaia! Espero que eles não acabem com isso também.

Foto de Adonay Gama da Praia do Coco em Babaçulândia/TO.

sábado, 25 de abril de 2009

Sou Brás Cubas!


A raiva já passou!
Bom, navegando pela internet encontrei um teste (ADORO TESTE), mas esse é bem interessante: revela que livro você seria. Intrigante, não?
Eu sou o livro Memória Póstumas de Brás Cubas.
Que fala o seguinte:

"Memórias póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis

Ok, você não é exatamente uma pessoa fácil e otimista, mas muita gente te adora. É possível, aliás, que você marque a história de sua família, de seu bairro... Quem sabe até de sua cidade? Afinal, você consegue ser inteligente e perspicaz, mas nem por isso virar as costas para a popularidade - um talento raro. Claro que esse cinismo ácido que você teima em destilar afasta alguns, e os mais jovens nem sempre conseguem entendê-lo. Mas nada que seu carisma natural e dinamismo não compensem.
"Memórias póstumas de Brás Cubas" (1881) é considerado o divisor de águas entre os movimentos Romântico e Realista. Uma das expressões da genialidade de Machado de Assis (e de sua refinada ironia), há décadas tem sido leitura obrigatória na maior parte das escolas e costuma agradar aos alunos adolescentes. Já inspirou filme e peças de teatro. É, portanto, um caso de clássico capaz de conquistar leitores variados. Proezas de Machado.


Clique aqui e confira!
Boa noite.
Vou monografar!

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Twitter: ter ou não ter?


A modinha agora é o tal do 'Twitter'.. OK! (Odeio modinha..)
Alguns amigos tem e outros não. Normal!
Mas como estou me coçando para comentar sobre o Twitter, primeiro tenho que experimentá-lo.
Digamos que seja uma pesquisa experimental...
Eu ainda não tenho o que falar sobre isso, até porque não convivi no meio para ter minha opinião. Sou a favor do 'viva primeiro, depois fale bem ou mal'. Odeio especulação!
Bom.. depois de ler algumas matérias, blogs, sites e ver na TV resolvi criar um perfil para minha pessoa.
Vamos ver no que que dá.
Se eu não gostar, digo mesmo! Assim como fiz com o Orkut.


Let's Go!

Meu perfil é http://twitter.com/polimacedo

sexta-feira, 17 de abril de 2009

E depois da faculdade...


Todo calouro de Jornalismo que entra na universidade já deve ter recebido este e-mail.
Eu, depois de formada,vou analisar essas 'previsões' bem estilo Nostradamus:

.
1. Não terá vida pessoal, familiar ou sentimental. (Exagero..eu tenho até namorado!)
.
2. Não verá o filho crescer.(Deve ser porque não 'invetei' de ter um..)
.
3. Não terá feriado, fins de semana ou outro tipo de folga.(Bobagem...Tudo pode ser conversado com seu chefe.. :D)
.
4. Terá gastrite, se tiver sorte. Se for como os demais, terá úlcera.(Essa aqui é batata! E quanto mais nervosa fico, mais dói..)
.
5. A pressa será o único amigo, e as refeições principais serão sanduíches, pizzas e pães de queijo. (Esse post está demorando demaissss..)
.
6. Os cabelos ficarão brancos antes do tempo. Se sobrarem cabelos.(Nada que uma tintura resolva...)
.
7. Sua sanidade mental será posta em xeque antes que complete cinco anos de trabalho.(Eu já tenho 2 anos!)
.
8. Dormir será considerado período de folga; logo, não dormirá.(O.0? Dormir? O que é isso?)
.
9. Trabalho será o assunto preferido, talvez o único.(Que nada! O problema é que todos os assuntos são preferidos e conversados ao mesmo tempo.)
.
10. As pessoas serão divididas em dois tipos: as que entendem de comunicação e as que não.(Será dividido em 'jornalistas' e pessoas comuns... O.0)
.
11. A máquina de café será a melhor colega de trabalho, porém, a cafeína não fará mais efeito. (E eu tenho até uma cafeteira!)
.
12. Happy Hours serão excelentes oportunidades de ter algum tipo de contato com outras pessoas loucas como você. (Tipo beber e falar dos outros!)
.
13. Sonhará com sua matéria. E não raramente mudará o título dela e algumas palavras enquanto dorme. (Hummm...Eu sonho com outras coisas...^^)
.
14. Exibirá olheiras como troféu de guerra. (Quem disse? Corretivo nelas!)
.
15. E, o pior, inexplicavelmente, gostará disso tudo. (Ahhh.. eu amo mesmo!)
.
(Retirado do livro: A segunda vez que te conheci, páginas 40 e 41 - Marcelo Rubens Paiva)

terça-feira, 14 de abril de 2009

Café, Cafeteira, Churrasqueira e o Cris


Ok. O que tem haver uma coisa com a outra? A não ser a cafeteira e o café?
O seriado "Todo mundo odeia o Cris" (Everybody hates Cris) que é transmitido pelo Record e quando eu tenho sorte consigo assisitir, me inspirou em certo momento da minha vida para adquirir minha 1ª CAFETEIRA!
Aproveitando que hoje é o Dia do Café.
Vou contar esse 'causo'.
Estou assistindo um episódio desses ai do seriado, e a familia do Cris junta 'vales-compra' que vem em uma revista.. coisa assim! E não é que eles compram muitas coisas com esses vales... O episódio é uma graça.
O seriado é bem engraçado mesmo.
Pois então.. foi nessa onda de 'vale' que toda vez que acessava meu banco pela internet tinha um lance lá de "seus pontos foram expirados tal dia e você perdeu cento e poucos pontos".
Mas que diacho de pontos eram esses? E o que eu faria com eles?
Fui investigar. (Sempre fui lerdinha com essas coisas, não o ato de investigar, mas de não ir atrás de coisas que eu ganhei ou que posso ganhar... deu para entender, né?!)
Bom, descobrir que com meus mais de 2.000 pontos eu poderia troca-lós por produtos em um determinado site.
Pensa na menina que ficou mais feliz que "pinto no lixo"!
Dai fui observando os preços.. opsss.. a pontuação de cada aparelho.
Dai vi uma cafeteira e pensei: - Nunca tive uma cafeteira e taí um eletrodoméstico que nunca vou comprar. Assim, eu tirando do bolso, claro. Mas, ganhando? Não custa nada, né..
Pronto! Escolhi a cafeteira e de quebra comprei uma caneca bem 'perua' (de zebrinha)... kkkk

Ai vocês me perguntam se eu fiquei na dúvida. Claro que fiquei! Vários itens me chamaram atenção como 'aquele negócio que mistura suco', uma toalha do Palmeiras (yes!), uma churrasqueira elétrica, um faqueiro, uma televisão de 42 polegadas (0pss.. essa custa 42.000 pontos), enfim, um monte de coisa.
Daí pedi conselho para um amigo e ele me disse que uma cafeteira era importante nesse momento (estou monografando.. de novo!) e ainda mais com uma caneca! O casal perfeito!

Finalizando, fui contar a história toda empolgada para minha irmã e para o meu namorado e sabe o que eles disseram? - Porque você não escolheu a churrasqueira? Estaríamos fazendo um churrasco agora, sabia?

Sabe quando cai a ficha?
Pois é.. caiu.

A churrasqueira seria muito mais útil.. :/
Fiquei deprimida.. Poxa.. tantos anos com aqueles pontinhos me incomodando e eu sem saber que era algo bom!

Vou ter que esperar mais um ano e usar muito meu cartão de débito para acumular os pontos.

A cafeteira e caneca chegaram e eu fiquei com dó de tirar da caixa. Mas dei uma olhada e não gostei de uma coisa: vou ter que colocar açucár depois que o café fica pronto. :/ Que chato!
E para piorar meu namorado completa: - É se fosse a churrasqueira...
E eu: - É eu já sei!

No final das contas o Saldo de hoje: 214..

Dá para comprar um cabo USB!
.. :D