terça-feira, 29 de setembro de 2009

Quero viver um grande amor


Domingo terminei de ler um livro e nele, o narrador expõe o relacionamento entre homem e mulher de uma maneira tão simples. O livro não era sobre isso, mas nos conselhos que dava ao seu filho, essa temática sempre era tocada. Exemplo: se teu namorado de ‘séculos’ termina com você, para ele, vai doer e vai passar.
É muita racionalidade para meu ser. Só que no decorrer do livro eu acho que ele não percebe (pelo menos foi o que eu percebi) que fica remoendo esses amores não vividos. Lembra, porém é conformado com o que ele vive hoje.
Eu não sou conformada! Se eu amo uma pessoa, luto para ficar com ela.
Acho que isso que dá o sabor dos ‘grandes amores’.
As provações, as discussões, a cumplicidade, os planos, os medos e os sonhos.
Eu quero viver um grande amor e poder ficar velhinha sabendo que o vivi. Não quero remoer (futuramente) que não pude ficar com a pessoa que amava por motivo X ou Y, ou seja, orgulho besta mesmo. Deve ser ruim o fato de você estar velhinha e se lembrar (porque as mulheres sempre lembram) de amores que deixaram marcas profundas. Por mais que ela veja sua família ali: completa, ela sente que falta algo.
Acho que vou ser escritora (opss.. já sou blogueira e isso ajuda) e quem sabe eu exorcize meus medos por meio de páginas. É que são umas imagens loucas que parecem ser uma previsão do futuro, que em algum momento alegram, em outros, matam.
Contudo, recomendo o livro: O Clube do Filme – David Gilmore.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Para Chorar de Rir

Eu, sinceramente, não esperava por nada do que aconteceu nesse final de semana e foi tudo muito bom.
Comédia em Pé em Palmas! Para rir sentado, claro! (Peguei o espírito da coisa..rsrsrsrs)
Foi TUDO-DE-BOM... Tanto que fui na sexta-feira e no domingo (de novo) com o Vinicius! Detalhe: no domingo carreguei mais 3 amigos! Falei tanto que tinha sido tão bom que eles se empolgaram e foram..
Tudo aconteceu mais ou menos assim:
Eu e Vinicius (meu namorado) estavamos assistindo TV quando passou a propaganda sobre o espetáculo "Comédia em Pé". Ele perguntou se eu queria ir, eu disse que até queria, mas estava sem grana. Como um lindo-maravilhoso-gentil-cavalheiro que é, disse que compraria para mim e depois eu pagava. O mundo moderno é assim mesmo...
Ele estava na univerdade. E eu, trabalhando.
Abri meu blog para visitar os outros blogs que acompanho e me deparo com um comentário da Christina (dona do blog Curiosa Identidade). Li. Não acreditei. Li de novo. Pensei. Li mais uma vez e respondi por email. A Chris (já sou íntima..rsrsrs) é esposa do Paulo Carvalho e amissíssima do pessoal do Comédia em Pé.
Do que gostei de cada um:
Paulo - ao falar do atendimento dos médicos: "Desculpa algum médico que esteja presente, mas ... FODA-SE";
Claúdio - atendimento no check-in: "a moça me pergunta 'qual é o seu destino?' - sei lá, levar alegria para o povo, pode ser?"
Léo - quando professor vai perguntar algo para o aluno: "preciso de um aluno voluntário para responder essa pergunta, se ninguém se manifestar eu vou escolher um... pensamento do aluno: não deixa ela olhar para você! Desviaaaaaaa o olho dela.. é a medusa!
Fernando - quando falou do sotaque de mineiro, se o Pernalonga era algum secretário de Governo, pois o Gaguim era o Governador (ótima) e que o teatro Fernanda Montenegro parece um cenário do Titanic "daqui a pouco cai um garçom rolando dai de cima"
Fábio - quando falou de quando foi no Acre "gente, tem gente no Acre sim, são 15 pessoas, todas arrumadinhas. Mentira, na verdade são 12 todas fofinhas" e a torre de controle do aeroporto " acho que eles ficam em uma árvore e gritam: tá chegandooooooooooooooo e é da Tammmmmmmmmmmm"

No começo, fiquei com medo de ir conversar com eles, mas ela me motivou. Tanto é que, na sexta, cheguei no teatro quase 1 horas antes e sentei na frente.
Vinicius disse que "essas coisas só acontecem comigo"..
Não tenho culpa se gosto de conhecer 'gente'.. ^^
Assistimos! Aff. O que foi aquilo. Eu ri tanto que chorei. Ás vezes batia a cabeça no joelho no espectador da fileira de cima. Eu não me controlo. Liberei tanta endorfina para o meu corpo que saí com cara de felicidade. Aliás, o teatro inteiro comentando.
Terminado o espetáculo fiquei naquela dúvida: vou ou não vou, eis a questão?
Não tinha niguém da produção por lá para que eu conversasse e pedisse uns míseros segundos só para dizer 'oi'. Nesse belo instante aparece uma menina da produção e eu toda educadinha e com voz de medo de receber um 'NÃO, NÃO PODE QUERIDA', perguntei se poderia conversar com eles no camarim e e la disse que sim. Ohhh.. foi uma vitória.
Vinicius estava todo empolgado também! Subimos as escadas que davam acesso ao camarim. Eu, com as pernas tremendo e com pensamentos do tipo: "eita, será que são legais?", "e se barrarem a gente?" ou "vamos voltar".
Meti meu rostinho no camarim e vi o Fernando Caruso sentado no sofá folheando uma revista, então perguntei: _Oi (com cara de bocó). O Paulo tá ai?
Parêntesis: Depois do episódio me perguntei porque eu só perguntei pelo Paulo, podia chegar "Oi tudo bem e tal", acho que me senti 'próxima' do Paulo por causa da Christina.
Desse momento em diante foi só flash! Foto para cá e para lá! Conversei com o Paulo sobre a Christina e como nos conhecemos e perguntei até da novela. Falei com todos. Ixi! Eles são tão simples! Gente normal! :D
Saímos de lá em êxtase! Felizes, porque assistimos e conhecemos pessoas que nos trouxeram um sentimento bom. E tudo isso por causa da Chris e o seu incentivo.
E no sábado, eu nem ia acessar meu blog.
Vinicius liga: _Poli, você viu teu blog hoje?
Eu:_Não. Por quê?
Ele: Tem um comentário lá. Olha ai.
Ele em vez de falar o que era me fez pegar o notebook, conectar a internet e abrir o blog. Homem dificulta, né?
Para minha surpresa tinha um comentário do Paulo nos convidando para assistir de novo a peça. Liguei para ele e aproveitei para mandar uma lembraçinha para a Christina (espero que ela goste).
No domingo, eu e Vinicius já tinhamos espalhado para nossos amigos o quanto tinha sido bom o espetáculo da sexta. Todos ficaram curiosos e compraram ingresso para ir. Não deu outra: na fila do gargarejo eu, Vinicius e mais três amigos.
Riram tanto que eu pensei que teriam um ataque de coração.
Esse final de semana foi muito especial, pois conheci pessoas maravilhosas. Claro, que tudo isso por causa da Chris e dos blogs nossos de cada dia!
Ahh.. comprei um adesivo para o meu carrinho, uma squeeze (é lindinha) e ganhei até presente! O DVD do Comédia em Pé! Sessão extra lá em casa, pessoal!
Foi tudo muito BOM!

Obs: Um observação quanto à produção local, isso não tem nada a ver com o espetáculo, que fique bem claro, se o espetáculo começa às 21h, o certo seria abrir um pouquinho antes, ou não?
Corredor quente para $%¨&*... Só isso.

As fotos!




Chuva!


Meu final de semana foi MUITO bacana, por isso não tive tempo de postar algumas coisas que aconteceram no decorrer dele.
Sábado caiu o maior 'toró' em Palmas. Foi tipo.. DO NADA!
Eu estava em casa sofrendo com os 39º (normal), tempo seco, sopro do ventilador quente de arder o rosto... Daí, começou a escurer, ventos do tipo meu-deu-do-céu-vai-carregar-o-telhado e chuva. Chuva e chuva.
As pessoas que não moram aqui podem pensar: _Isso é normal, ora bolas!
Eu respondo: _ Não! Não é normal...
Nessa mesma época de 2008, o calor estava infernal e nós somos acostumados com isso.
Tipo, chuva em 'setembro'? Estranho, né?
Resultado disso tudo: árvores caídas (poxa, e hoje é aniversário delas), outdoor ou melhor, pedaços de outdoors espalhados pela cidade, gente voando.. mentira! :P
Enfim, a cidade está suja pelas folhas das árvores que caíram (ou não), sacos de lixo ficaram espalhados pelas ruas. Mas o pior disso tudo é que a chuva foi no sábado na 1ª (antes das 15h) parte da tarde e quando eu vinha para o trabalho* continuava do mesmo jeito.
Ehh prefeitura.

* sim, eu posto no bolg quando estou no trabalho...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Comédia em Pé


Esse final de semana o pessoal do 'Comédia em Pé' estará em Palmas fazendo 3 espetáculos. E, se der certo, devo ir hoje com o meu namorado. Se não for hoje, tento no sábado ou no domingo.
É que lota, sabe?
E os ingressos somem!
AMO TEATRO! :D
Ai. Ai. Eu vou!
E depois eu conto!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Miss Imperfeita

Texto de Martha Medeiros - Jornalista e escritora
Foto: Links Produções


Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes.. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. A imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe, filha e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado, decido o cardápio das refeições, cuido dos filhos, marido (se tiver), telefono sempre para minha mãe, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos e ainda faço as unhas e depilação!
E, entre uma coisa e outra, leio livros.
Portanto, sou ocupada, mas não uma workholic.
Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.
Primeiro: a dizer NÃO.
Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.
Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.
Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros.
Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.
Você não é Nossa Senhora.
Você é, humildemente, uma mulher.
E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável. É ter tempo.
Tempo para fazer nada.
Tempo para fazer tudo.
Tempo para dançar sozinha na sala.
Tempo para bisbilhotar uma loja de discos.
Tempo para sumir dois dias com seu amor
Três dias.
Cinco dias!
Tempo para uma massagem.
Tempo para ver a novela.
Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza.
Tempo para fazer um trabalho voluntário.
Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto.
Tempo para conhecer outras pessoas.
Voltar a estudar.
Para engravidar.
Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado.
Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.
Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal.
Existir, a que será que se destina?
Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.
A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem.
Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si.
Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!
Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente.
Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.
Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M..A.C.
Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores.
E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'


Frase do Mês

"Numa sociedade com base no conhecimento, por definição, é necessário que você seja estudante a vida toda."
Tom Peters

Duas Caras


Como tem gente duas caras nesse mundo! Jesus-me-guincha!
Ultimamente percebi como tem gente que 'parece' ser legal, mas é um poço de ignorância.
No meu ofício, tem uma que diz ser servidora do 'nosso-senhor-jesus-cristo-amém' e vive 'xingando' pelos cantos, outra que se mostra 'sou super do bem' daí vira e mexe vem falando mal dos colegas. Vou te dizer, desencanto-me com as pessoas a cada dia!
Niguém sabe quem é quem.
Todo mundo vive disfarçando sua verdadeira essência.
Se você é mal humorado de natureza: SEJA.
Se você é lerdo e demora resolver as coisas: SEJA
Se você é agitado: SEJA
Daqui uns dias todos nós somos robozinhos padronizados com o mesmo sentimento e atitude perante as circunstâncias da vida, sejam elas no trabalho como em casa. Sei lá, creio que as pessoas deveriam sair desse mundinho cinzento onde todos querem ser iguais e colocar uma corzinha em sua vida.
Vamos ser diferentes e autênticos!
Please!

Nem sabia que tinha nome..

Como esse blog fala de TUDO.
O assunto desse post interessa as meninas, quem sabe até os meninos, sempre é bom saber do universo feminino, ainda mais quando são as "formas de ficar linda para você e para o gatinho".. ^^
Assistir um vídeo na TV UOL sobre depilação à cera!
Só de ver eu sei que dói, mas a especialista lá disse que com aquela cera NÃO DÓI. Tá sei..
Na verdade ela quer é vender o produto, pensa que eu não sei.. rsrsrsrs
O que mais me interessou na matéria era saber que a depilação na virilha tem vários formatos e nomes especificos que vão de 'brasileira' a 'hollywood'. Mas não vá se empolgar pensando que a brasileira vem com adereços by Carmem Miranda e a hollywood com uma estrela da fama dourada. Menos colega!
Bom, eu nem sabia que isso tinha nome! Enfim, eis abaixo as especificações de cada tipo de depilação:
Brasileira = forma de triângulo e nas 'bordas'
Califórnia = tira fina que vai até embaixo lá nas 'bordas'
Playboy = tira fina no começo, daí vem um quadradinho e sem nada nas 'bordas'
Hollywood = que nem boneca!
É meninas, depilar dói, mas que no final compensa.. Ahh e como compensa!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Ohh Governador, olha o Gerundismo!

O nosso Governador Interino ( e possivelmente, o "Tampão") gosta de usar 0 famoso "Gerundismo", para piorar, o tempo todo.
Eita que dói o ouvido escutar o "estar passando", "vamos estar trabalhando"... O.0
Cadê a Assessoria do Governador?
Está pior que as moças de telemarketing. Essas, aliás, aprenderam e falam direitinho conosco (pelo menos as meninas da empresa de telefonia movél que eu uso).
Vai entender...

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Final de Novela

Eu, particularmente, não gostei do final da novela "Caminho das Índias". Nem parecia final!
Tudo meio bagunçado. Sei lá! Estranho mesmo. Aquela cena da Maya passar de viúva largada na beira do Ganges, em um efeito especial by Bollywood, e virar uma indiana toda ornamentada com o sári mais lindo de todos, foi o cúmulo! Poxa. Foi frustante e sem lógica.
Sem contar que nenhum vilãozinho foi punido. Pelo menos em novelas isso deveria acontecer.
Bom. Novela é algo engraçado no cotidiano do brasileiro, a gente sofre, ri e tudo mais. Daí, um belo dia acaba e aquele pessoal todo que fazia parte das rodas de conversa e dos comentários nas filas do banco, na porta de casa, na caminhada, simplesmente somem!
Hoje, começa mais uma. É mais gente para entrar na nossa vida e preencher o horário da noite até o momento de ir dormir. Deve ser boa, pois Manuel Carlos entende de mulher!
Resumindo, sou 'noveleira'! Estou sofrendo com o romance (vai e não vai) da Santinha com o Filho do Demo em Paraíso e agora vem mais uma. Aguenta coração! :D

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Maradona, Marcelo e Gaguim


Eita feriado que aconteceu coisa!
O que tem em comum as três pessoas do título?
Todos estão na merda! rsrsrsrs
Primeiro: ganhamos da Argentina e do Chile! Ver o Maradona com cara de 'bocó' foi a melhor coisa!
Segundo: o Governador Marcelo Miranda teve o mandato cassado (já não era sem tempo) e olha que demorou alguns meses. Já vai tarde, para ser bem sincera! Como diz minha avó: Cambada de ladrão!
Terceiro: O Gaguim tomou posse. Meu pai me disse que já viu o "Governador Interino" (com grandes possibilidades de ser o do 'tampão') em Porto Nacional quando ele vendia espetinho na praça. Quem te viu, quem te vê.. Agora está com 'alguns' problemas deixados pelo ex- governador como o descredeciamento da Unitins, aumento dos servidores, dos militares... haja grana nos cofres públicos.
Mas, dai vem a pergunta: será que sobrou dinheiro depois da farra das jóias e roupas íntimas da ex-primeir a dama?
Eita que a dança das cadeiras já começou! Só no primeiro dia de mandato (ontem), Gaguim já decepou 10!

As cabeças estão rolando aqui no Tocantins!

Quem for comissionado que segure a sua ou amarre no pé dos novos secretários, presidentes e etc.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Vermelho


Vestiu o sobretudo preto e deixou soltos os cabelos negros de forma que escondessem metade do seu rosto. Passou um batom vermelho, daqueles que nenhuma moça de interior ousaria experimentar nem escondida no banheiro. Usou esse batom para combinar com o seu scarpin de veludo salto 15. Tinha que disfarçar sua verdadeira identidade.
Chegou no local um pouco desconfiada, mas tinha que fazer isso.
_Boa Noite. Posse lhe ajudar?
_Procuro o Senhor Silvio.
_Sou eu, pois não?
_O Marcos conversou contigo por telefone?
_Humm.Você é a moça do telefone.
_Isso. E, você tem o produto?
_Tenho sim.
_Certo.
_Fica R$ 2.000,00.
_Certo.
_Você quer levar agora?
_Onde eu pego? Pode ser aqui mesmo?
_Não.
Ambos olharam para os lados verificando se alguém os observavam.
Ninguém.
_Certo.
_Me encontre no pub da esquina.
_Certo. Sentarei próximo ao bar.
_Você trouxe o dinheiro todo?
_Sim. E você vai demorar para levar?
_Só 10 minutos.
_ Certo.
"Certo" era a única palavra que conseguia proferir. Aquilo era ilegal.
E ela, nunca imaginara fazer esse tipo de coisa. Não foi criada para isso.
Chegou no pub e sentou no local combinado.
Pegou o envelope e selou com sua saliva.
Tinha que disfarçar. Então, pediu uma bebida, mas tinha que ser bem forte. Pediu wisk 18 anos.
Aquilo tudo era muito novo para ela.
O garçom colocou o pedido dela no balcão e mal tocou no copo, o senhor apareceu com o produto.
Pegou novamente o envelope e percebeu que o tinha manchado com seu batom.
Não se importou. Entregou o envelope com a quantia e ao mesmo tempo recebeu o produto.
Pegou-o nas mãos, ligou para Marcos e sentiu algo estranho: um gosto amargo na boca, gosto de novidade, gosto de ilegalidade, enfim, era uma mafiosa.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Michael em HQ's

Pois é. Para entender alguma história complicada nada melhor do que simplifica-la em quadrinhos. O portal G1 fez isso com a morte do astro mega super rei do pop Michael Jackson. Olha aí, é só clicar na figura:

Foi bom que eu pude entender direitinho o que aconteceu. Super didático!
Bom, mas quem disse que só o MJ teve a sorte de ter seus minutos finais relatados em HQ? Aqui no Tocantins, um ex-governador teve a ideia de 'mandar' (aliás, esse verbo devia ser o favorito dele) escrever nossa história em quadrinhos e distribuir nas escolas. Nada contra.
Ficou até bom. E creio que todos que leram a HQ aprenderam mais sobre o nosso Estado.
Uma pena que não encontrei imagem desse livro-HQ para ilustrar para vocês, mas que ele existe, existe sim, bem guardado e escondido nas bibliotecas espalhadas pelo Tocantins, pois foi motivo de muita discussão entre a classe de professores, politicos e afins já que o então governador foi ilustrado como o Jesus Cristo do cerrado que veio salvar os pobres do norte goiano. Ai ai.. êhh Tocantins.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

O que um PAI merece?

Dúvidas!!!
Meu Pai completa 50 anos na próxima quarta-feira, mas a festinha será no domingo.
Pergunta: o que se dá de presente para um Pai?
Me ajudem!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Twitter X Blog


Já é fato.
O Twitter está afetando os blogs!
Em vários blogs que eu sigo seus proprietários inventaram de ter o passarinho azul. Resultado?
Os posts minguaram. Eles estão 'esquecendo' de dizer coisas bacanas e com embasamento, para colocar alguma ideia (rápidão) no Twitter. Reflexão sobre um assunto? Necas!
Fico triste.
Gosto de ler as ideias desse pessoal, mas o Twitter conseguiu condicioná-los...
Daí, vem o povo que diz que tem 'ideia, reflexão e pensamento' na coisinha lá.
Pode até ter, mas 140 caracteres não me seduziram para expressar ao mundo o que eu sinto. E creio que nem dá!
Eu sou anti-Twitter MESMO!
Humm..
Então é isso!

Que comece Setembro e mais calor em Palmas!