terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Traduzir-se

Uma parte de mim
é todo mundo:
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera:
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta:
outra parte
se espanta.
Uma parte de mim
é permanente:
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem:
outra parte,
linguagem.

Traduzir uma parte
na outra parte
_ que é uma questão
de vida ou morte _
será arte?

Ferreira Goulart
(Traduzir-se)

2 comentários:

  1. Poema é lindo
    Cheio de significados
    Boa escolha

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Oie! Gostei muitoooo daqui! Parabéns! To seguindo, viu? Podemos te linkar?

    Beijão

    ResponderExcluir