quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Eu não viveria aqui...


Depois de restabelecido o contato com a família e os amigos, eis me aqui atualizando o blog.
Então, já tenho 10 dias de convivência em terras lusas e já pude perceber algumas coisas, entre elas, que eu não quero morar aqui. Aliás, eu não moraria aqui pelo resto da minha vida, até porque vou morar 5 meses desse lado de cá do Atlântico, não é mesmo?
Mas enfim, o modo de vida daqui não me agrada. O frio? Bom, esse até dá para levar, pois já me acostumei e já sei me agasalhar. Sem contar que é chique demais.. rsrs
Mas amo o sol do meu Brasil, menos o calor infernal dos meses de agosto e setembro em Palmas. Humm.. Isso me fez lembrar que minha primeira resolução quando chegar ao Brasil é providenciar um ar-condicionado. Meninas? Vamos ver isso?
Voltando para Portugal. Não é falando mal, mas sim, um comentário. Acho as pessoas aqui tão estranhas. Frias, brutas e insensíveis. Pronto falei! Acho que as únicas portuguesas legais que conheci durante esse tempo são a Helena e a mãe dela. Ate conversei ontem com Helena sobre isso e ela me revelou que “nem eu gosto daqui”. Tá vendo?! E imaginar que tem gente que se ‘rasga’ para está aqui...
Braga.. Portugal.. Europa, sinceramente? Não passa de estudo para mim. Etapa de todo um planejamento de vida que venho construindo desde quando ingressei na universidade. (Graças à Deus vem dando certo!)
Muitos podem dizer que só digo isso porque estou com saudade de casa e das pessoas, mas não é... Sério mesmo.  E que só digo isso também, pois já estou aqui. Sempre disse para os amigos e familiares que um dia, se desse, eu gostaria de conhecer a Europa, enfatizo no “se desse”. Bom, deu e com adicionais profissionalmente valiosos... rsrs
A primeira semana é a mais crítica e essa, já passou. Aquele nó na garganta, também já passou. Enfim, estou bem e super animada com o que vim fazer aqui: estudar. Nossa! Quando lembro o ‘tanto’ de coisa que tenho que ler, pessoas para entrevistar, registros fotográficos e principalmente, ir onde começou a festa do Divino Espírito Santo. Uau! Fico toda empolgada!
Aqui é tudo lindo porque é diferente. O Brasil também tem lugares perfeitos que muitas vezes nem valorizamos.  ‘Patriotinha’? SEMPRE!
Vir para passear é perfeito, agora vir para morar, sei não.
Eu, Poliana Macedo de Sousa, não quero.

3 comentários:

  1. Rsss Eu, Helena Roriz, também não! ;P
    Sempre acreditei que fosse interessante para vc conhecer, experimentar coisas novas e diferentes e fazer o intercâmbio que vc tanto queria. Mas... Fevereiro, chega logo, prá gente voltar pro Brasilzão, onde o sol brilha o ano inteiro, não só no céu, como dentro do coração e da alma das pessoas! :)

    ResponderExcluir
  2. Ah, e fique sabendo que os portugueses são os mais calorosos e hospitaleiros da Europa. Imagine só o resto! kkkk

    ResponderExcluir
  3. Poli, parabéns pelo intercâmbio!! Feliz por você moça!

    ResponderExcluir