sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Então é Natal?



“Então é Natal e Ano Novo também...”
Para mim, não!
Quem me conhece sabe o quanto sou ‘dengosa’ e gosto de estar perto da família principalmente nas festas de final de ano. Dispenso tranqüilamente uma viagem badalada de réveillon para ficar perto dos meus irmãos, primos, tios, pais...  Enfim, meu povo. Não só porque eles são a animação em forma de gente, mas porque está perto deles me fortalece e faz perceber o que a vida nos dá de melhor: as pessoas.
Um amigo me disse hoje. “Do jeito que você é deve está sendo difícil, mas ‘guenta’ aí mulher!”
Estou agüentando. Eu acho... Já chore, mas sacodi a poeira e lembrei de Scarlett O'Hara no filme “E o vento levou..” quando ela  diz: "De qualquer maneira, amanhã é um novo dia".
Sei que viver esse intercâmbio me trará frutos. (Tomara Deus, né?)
Esse ano minhas festas de final de ano serão diferentes. Primeiro, passarei o Natal na casa de uma amiga portuguesa com mais quatro brasileiros de cantos diferentes. Vamos conhecer as comidas típicas da refeição natalina portuguesa, porém com uma família que não tem a tradição de comemorar Natal. Considero a atitude das duas uma prova de carinho muito grande, pois estão fazendo isso para que nós (brasileiros) nos sintamos mais em casa e longe do estereótipo que os portugueses são rabugentos (alguns são sim.. rsrsrs)!
Mas, se me entendem, não será a mesma coisa. Apenas será...
Fico lembrando de como é o Natal na casa dos meus avós maternos. Desde a organização até a hora de dizer ‘tchau’ no dia seguinte. É tudo tão divertido. Durante todo o dia 24 de Dezembro, ficamos todos na cozinha e no quintal ornamentando, cozinhando, conversando, atrapalhando ou simplesmente, vendo a banda passar. Hummm... Só de pensar que não vou comer o bode assado (porque baiano que é baiano tem que comer bode), o pernil, o peru (a coxa sempre é minha, sou a neta mais velha), o arroz à grega e até a salada de pão! 
Isso tudo é tão bom! Sem contar com o amigo secreto, sempre demorando duas horas, até porque somos mais de 50 pessoas! E no dia 25 de Dezembro, as sobras da Ceia de Natal e um bom churrasco com direito 'aquela' cervejinha e caipirinha entre os primos e tios. \o/
Saudade! Saudade! Saudade!
Agora, a virada de ano não planejei nada. E nem vou planejar. Era para ter ido para uma vila lá na Alemanha com minha amiga portuguesa, mas minha vida de estudante-pobre-na-europa não permite. E não vou sentir falta de ir não. Não estava à vontade para ir mesmo. Pessoas que não conheço e por mais que tenha gastado com a passagem (77 euros.. :P), queria ficar quieta... Aliás, vou!
Meu réveillon, pelo que tudo indica, será no meu cubículo junto com minha colega de quarto romena, eu usando uma roupa nova azul e branco (prosperidade e paz), uma peça íntima cor de rosa (quero amor para 2011), de celular à postos ligando para os familiares e amigos desejando um bom ano, comendo atum com torrada e tomando meu champanhe. Pronto! Chique demais...
Não estou em clima de festa. Estou com saudade de casa. Meu ano só começa no dia 9 de fevereiro, que é quando chego no Brasil. Está frio, engordei um pouquinho (saco, viu!), minhas articulações doem e nem tenho ânimo para sair. Sem contar que tenho muitos trabalhos para fazer, dois por sinal, para serem entregues na primeira semana de janeiro! Muita coisa para ler, assimilar, escrever... escrever... escrever!
Não estamos de férias, mas sim, na metade do semestre. Daí já viu..
É isso. Aliás, será isso meu "final de ano"...
Mas para quem terá Natal e réveillon desejo amor. 
Do amor surgiram todos os outros sentimentos..
Feliz Amor para todos!
Feliz Natal!
Feliz 2011!
:D
p.s: OFF por uns dias por causa dos trabalhos, mas antes do final do ano, volto aqui. 

Um comentário:

  1. Eu sou como você, pra mim fim de ano é com a familia..ainda mais pq todo mundo mora longe!!
    Bom fim de ano!!


    http://thaismourashoes.blogspot.com

    ResponderExcluir