terça-feira, 22 de junho de 2010

Último Tango em Paris



Uau!
Que filme hein...
Após o boicote (ainda não descobri de que lado)à nossa oficina no Seminário  em Natividade, meu amigo lindo (Tácio) me apresenta o filme “Ultimo Tango em Paris” com Marlon Brando! Que fotografia é aquela? Enquadramento! Cores! Tudo! Meu Deus! Perfeito.
De 1972, meus pais nem sonhavam sobre o quê fazer nessa vida...
Último Tango em Paris é um drama erótico franco-italiano dirigido por Bernardo Bertolucci e estrelado por Marlon Brando e a então desconhecida, Maria Schneider. É considerado uma obra-prima cinematográfica e um sucesso de bilheteria mundial, sem contar ccom as ensuras governamentais ao redor do mundo.
A sinopse conta que Paul (Marlon Brando), um americano de meia-idade em Paris, em luto pela morte da mulher(suicida), encontra-se num apartamento anunciado para aluguel com uma jovem parisiense de espírito livre, Jeannie (Schneider), que os dois estavam interessados em alugar. Sem se conhecerem, começam a ter relações sexuais no local e Paul exige que eles não troquem qualquer tipo de informação um do outro, nem seus nomes.
A história é meio louca e inusitada, não que não exista em qualquer canto desse mundo. 
Diríamos então, que ela é ‘interessante’...
Sem nomes, apenas sexo! Quem não quer viver assim? (Eu não).
O filme contém cenas de sexo mesmo (dá até agonia), mas não é aquela coisa esculachada, assim como assistimos hoje em dia nos filmes ‘teens’. Ok! Tem a famosa cena da manteiga e claro, quando o cara fala para mocinha “corte suas unhas da mão direita” (quem assistiu vai lembrar)...
Enfim, um filme forte e que me fez pensar em algumas coisinhas.
Eles se envolvem em um relacionamento onde não querem saber nomes e nem histórias (pelo menos da parte do cara), encontram-se em um lugar neutro e sujo, livram-se do que acontece em suas vidas e se entregam aos prazeres da carne...
Mas daí acontece o que sempre acontece, a mocinha se apaixona pelo cara! Nossa e como ela se submete a cada coisa! Não existe amor para aquilo tudo não... Sei lá! Se bem que já dizia a frase: “Amor, estranho amor..”
Enfim, outra percepção minha foi que, no final, ela prefere a estabilidade e a segurança que o ‘namorado’ lhe proporciona. Por mais que ela se declarasse apaixonada pelo ‘cara do apartamento’, ela não o conhecia, não sabia sua história e claro, não queria morar em uma espelunca, assim como ele propôs!
Caros leitores, mulheres buscam estabilidade, confiança, história, respeito e quem sabe o amor... Até porque como ainda diz minha avó: Amor não enche barriga e não paga conta no final do mês! Sábia Vovó...
Tudo bem que a Wikipédia tem pouca (quase nenhuma) credibilidades, mas encontrei algumas curiosidades sobre o filme! Acessem aqui!

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Música do Mês

É Copa do Mundo minha gente...
\o/
[]==========<() ♪♪♪♪ ♪♪ ♪♪ ♪♪
[]==========<() ♪♪♪♪ ♪♪ ♪♪ ♪♪
[]==========<() ♪♪♪♪ ♪♪ ♪♪ ♪♪
  

Frase do Mês

"Ah, se o que eu sou
É também o que eu escolhi ser
Aceito a condição"


(O Velhor e o Moço - Rodrigo Amarante - Los Hermanos)

O que vem por ai..


Alguns posts dessa semana (se Deus quiser e o tempo permitir)..
Não sumi! Juro!
Trabalhos e estudos demasiadosss..
  1. O melhor da Copa!
  2. Assisti o Filme - Estão todos bem..
  3. Assisti o Filme - Último tango em Paris
  4. São João na Bahia
  5. Final do Semestre..
Só isso por hora..
Estou em débito com o Várias Anas, puxa vida!
Mas é final de semestre! Já viu..
Quem nunca viveu um final de semestre na vida, viverá..

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ke Nako!


Chegou a hora!
A Copa do Mundo vai começar e estou com boas expectativas com relação a nossa Seleção.
Adoro quando não temos celebridades e super craques, pois daí a galera não tem tanta pressão.. Sei lá..
Ontem assisti o show de abertura. Meu Deus!
Como chorei e ficava arrepiada!
Quanta emoção, principalmente quando o arcebispo Desmond Tutu (prêmio Nobel da Paz em 1984) dizia que estava sonhando e pedia para que o acordassem.. Tutu emocionou-me mais ainda quando disse que o mundo os ajudou a mudar uma imagem feia (muito feia) e hoje, eles são uma linda borboleta, são o Mundo (aliás, lá é o berço da humanidade)!
Gente. Que lindo foi aquilo!
Imaginar o sofrimento desse povo durante o apartheid... a humilhação e o menosprezo de toda uma população mundial que simplesmente consideram o continente africano estranho, com pretos pobres e danças esquisitas! Quase bati em uma pessoa que me disse isso ontem à noite!
Que horror e falta de conhecimento perante a história, a cultura dos povos, enfim, perante a VIDA.
Vamos falar da África! Que país lindo e que com certeza irei conhecer..
Acredito que será uma boa experiência, principalmente, por ser o povo da minha verdadeira origem etnográfica. Imaginem só, fico tão à vontade só de ir em Salvador (cidade com predominância de negros) e me enxergar nas outras pessoas.. Sentir uma energia que só tem lá.. Imagine na África!
Ke Nako! Chegou a hora e vamos torcer pelo Brasil e pelos Bafana Bafana (África do Sul).. Quanta alegria, não é..

p.s: tenho que comprar minha Vuvuzela! kkk
Vídeo oficial da Copa 2010!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

O que é Igreja?

Brasil - Serviço Público - Copa


Adivinha o que ia acontecer?
Foi publicada no Diário Oficial da União de ontem, 8 de junho, pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, uma portaria que diz que os servidores públicos federais poderão acompanhar a transmissão dos jogos da Seleção Brasileira de Futebol na Copa, fora de seu expediente de trabalho.
Sendo assim, nos dias em que os jogos se realizarem às 15h30, o expediente encerra-se às 14h00. Já nos dias que os jogos tiverem início às 11h, o expediente será interrompido às 10h30 e recomeçará às 14h30.
Eu nem piso na UFT então..
Ehh Brasil!

Luto


Porquê os jovens morrem tão cedo?
O que está acontecendo com esse mundo?
Em que mundo estamos vivendo?
A vida tornou-se algo tão banal e as relações estão cada vez mais estranhas que não sabemos realmente dar valor para ela... Tudo ficou tão simples de se resolver quando há algum conflito..
E, quando nos deparamos com a morte de jovens é que percebemos quão bagunçado está o coreto desse mundo..
E o que me deixa mais magoada e sem reação é saber que só tem uns 30 dias que aconteceu outra tragédia e ontem vem mais: a morte de outro colega de universidade...
Primeiro foi nossa Lua, em um acidente de carro onde estava sozinha, e pelo visto, com raiva do mundo, pois havia discutido antes de sua morte.. Agora, o cara mais divertido e simples que pude encontra: o Henrique "Lambão" que (falando de uma forma mais poética) ceifou sua vida..
Sinto-me mal e indignada... Em ambos os casos, a solidão esteve presente e uma simples conversa entre amigos, colegas, enfim.. compreensão e ombro amigo mudaria tudo.
Essas duas pessoinhas eram super populares na universidade e apaixonados pela vida.
O que aconteceu então?

Isso faz com que você avalie todo o percurso que tem levado sua vida, além de perceber que somos criaturas suscetíveis a qualquer coisa, e é por isso, que devemos colocar as 'coisas' no eixo e tentar viver.. apenas viver! E claro, deixar a marca de felicidade que Lua e Lambão deixaram em nossas almas..
Estou muito triste e impotente com tudo isso que aconteceu nesses últimos dias..
É cruel..

terça-feira, 8 de junho de 2010

Garantia ZERO


A minha maior vontade é perguntar para o Jabor, se os textos atribuídos a ele são realmente, escritos por ele.
Um dia quem sabe..
Gosto desse e acredito que nós deveríamos agir assim..
Mas nem sempre conseguimos!
Complicadoooo..

____
Relacionamentos

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- é... não deu certo...
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.
Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.
Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.
Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.
Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar...
Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????

(Arnaldo Jabor )

* origem da Imagem

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Quem sabe não é isso mesmo...


Eu, no momento, não estou amando niguém, mas algo me diz que nunca deixei de amar certo alguém. Circunstâncias não são favoráveis e a razão impera em vez da emoção...
Encontrei um texto de Arnaldo Jabor (nem sei se é dele, mas atribuem à) que retrata mais ou menos o que vivi.
Ai ai.. Esse sentimentalismo todo é só porque o dia dos Namorados está chegando.. Aff..
Alguém pode encontrar um buraco no dia 12 de junho para eu me enfiar?! Pelo amor de Deus..
Enfim, eis o texto! E qualquer semelhança é mera coincidência!
____________________
Ninguém ama outra pessoa pelas qualidades que ela tem, caso
contrário os honestos, simpáticos e não fumantes teriam uma
fila de pretendentes batendo a porta. (verdade..)
O amor não é chegado em fazer contas, não obedece à razão. O
verdadeiro amor acontece por empatia, por magnetismo, por
conjunção estelar. Ninguém ama outra pessoa porque ela é
educada, veste-se bem e é fã do Caetano. Isso são só
referenciais.
Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe
dá, ou pelo tormento que provoca. (tormento não é bom)
Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam,
pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
Você ama aquela petulante. Você escreveu dúzias de cartas
que ela não respondeu, você deu flores que ela deixou a seco.
Você gosta de rock e ela de chorinho, você gosta de praia e
ela tem alergia a sol, você abomina o Natal e ela detesta o
Ano Novo, nem no ódio vocês combinam. (porquê será que eles desistem fácil?)
Então?
Então que ela tem um jeito de sorrir que o deixa mobilizado,
o beijo dela é mais viciante do que LSD, você adora brigar
com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome. (não sou de brigas, não..)
Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai ligar e não liga,
ele veste o primeiro trapo que encontra no armário. (batata!)
Ele não emplaca uma semana nos empregos, está sempre duro, e é meio
galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado
e ainda assim você não consegue despachá-lo. (xiii.. conheço essa história)
Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito
manteiga. Ele toca gaita na boca, adora animais e escreve
poemas.
Por que você ama este cara? Não pergunte pra mim.
Você é inteligente. Lê livros,revistas,jornais. Gosta dos
filmes dos irmãos Coen e do Robert Altman, mas sabe que uma
boa comédia romântica também tem seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu e seu corpo tem todas as curvas no lugar.
Independente, emprego fixo, bom saldo no banco. Gosta de
viajar, de música, tem loucura por computador e seu fettucine
ao pesto é imbatível. Você tem bom humor, não pega no pé de
ninguém e adora sexo. Com um currículo desse , criatura, por
que está sem um amor?
(yes, it's me!)
Ah, o amor, essa raposa...
Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação
matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.
Não funciona assim. Amar não requer conhecimento prévio nem
consulta ao SPC. Ama-se justamente pelo que o Amor tem de
indefinível. Honestos existem aos milhares, generosos têm às
pencas, bons motoristas e bons pais de família, ta assim, ó!
Mas ninguém consegue ser do jeito que o amor da sua vida é!
Pense nisso. (Pior, né? Mas enquanto não encontro o amoooor vou vivendo a vida)
(Arnaldo Jabor)

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Dia da imprensa: há o quê comemorar?


Dia da imprensa: há o quê comemorar?

Anderson Scardoelli

O ano de 2009 ficou marcado por fatos importantes para a imprensa brasileira. Por decisões judiciais, a profissão perdeu o diploma, jornais foram censurados e ficamos "sem lei".  No dia da imprensa, comemorado nesta terça-feira (01/06), cabe a pergunta: há o quê comemorar?
Para o presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), Maurício Azêdo, sim. Em sua opinião, a imprensa enfrenta problemas, como a censura prévia ao jornal O Estado de S. Paulo e a queda do diploma, mas são "tropeços passageiros". Ele prefere lembrar o valor histórico do dia da imprensa.
“É sempre um dia de comemoração. Essa data é um marco para o bom jornalismo, desde a criação do Correio Braziliense até os dias atuais”, disse Azêdo.
O diretor-executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Ricardo Pedreira, também vê motivos para comemorar, pois a imprensa é livre e “faz a nação falar”. Porém, Pedreira critica a censura prévia.
“A censura prévia foi uma atitude equivocada por parte do judiciário, lamentável”, comentou.
Para o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sérgio Murillo de Andrade, afirma que, “infelizmente”, existe pouco para ser comemorado. Em sua opinião, a imprensa brasileira é de “qualidade”, mas os problemas enfrentados pelos jornalistas são graves.
"Essa decisão do STF de acabar com a obrigatoriedade do diploma significa um enorme retrocesso. A regulação era um pilar para a profissão. Temos muita coisa para lutar", afirmou Andrade.

Fonte: Comunique-se