quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Sobre alimentação...

Mais um dia em Braga.
E dormi essa noite na “minha casa”. Para minha surpresa encontro, ao arrumar o guarda-roupa, o recadinho da ex-moradora e dona da cama em que durmo, desejando sucesso e querendo manter contato. Como adoro conhecer pessoas, já lhe adicionei no MSN! \o/
Conheci o shopping de Braga e comprei água para o quarto. Isso mesmo, na residência não tem água, aliás, em qualquer parte da cidade (nas quais fui) não existe água 0800! Nunca se iluda em encontrar um bebedouro nos corredores da universidade. (Sonha, Alice!)
Comprei um galão de 5 litros para meu quarto, pelo menos custa 0,29 cêntimos! E deve durar alguns dias. Saudade do Brasil! Tudo aqui tem que ser comprado.
E falando em água, lembro-me de comida e o post de hoje será sobre esse tema.
Toda vez que tenho que comer me dá ‘um nervoso’. E acaba por ser a pior hora do dia nesses últimos tempos. Perto da universidade não existe comida ‘de gente’, ou seja, comida saudável. Tudo é fritura, carne, pão ou sopa ou suco ralo. Ahhh... Não agüento mais. Não quero ficar doente, pois tenho gastrite e essas comidas só me ‘ajudam’...
Resumindo, não almocei. Comi um Bifana, para nunca mais em toda a minha vida! Carne de porco DOCE! (:P) Minha salvação é água e Pepsi (pedi Coca, mas só tinha Pepsi, daí soltei um “pode ser”..kkk)
Daí vocês me perguntam: _E as famosas padarias portuguesas?
Isso é uma história à parte. Hoje visitei uma delas, a melhor que fica ao redor do campus. Gente, aquilo é o céu dos gordinhos! Tanto doce... Tanto doce... Tanto doce, que lembrei  da época em que pesei 60kg e jurei nunca mais chegar nem aos 55kg. Comi uma empada com massa folhada e tomei cappuccino! Aiiii... Que coisa boa!
Não comi e nem vou comer (quer dizer, quem sabe um... um dia de TPM, carência e saudade)!
Café.
Eita povo que toma café expresso. E eu começo a ficar viciada nesse trem.  O café daqui é bem gostoso, mas a açúcar não é de cana como no Brasil.
Porém, hoje foi um dia especial. Apesar de não ter me alimentado direito encontrei o nirvana ao chegar ao Braga Parque (shopping) e me deparar com uma placa “Picanha”. Fui ao céu e voltei quando vi no cardápio arroz, FEIJÃO, banana frita, farofa, couve e 5 pedaços de picanha!
Que tudo! Que delícia...
Isso era umas 16h aqui em Braga. Convenci Marco (italiano), Helena (portuguesa) e Ley (brasileiro) a comerem comigo essas iguarias brasileiras. Para começar, Marco não sabia o que era feijão, mas também não quis experimentar... Perdeu. Estava maravilhoso!
Ahh, e eles tem um tal de "molho picante". Não sei de onde? Não arde e nem tem gosto de pimenta! (Pai, manda aquela especial que está na geladeira para cá!)
Terminei meu dia tão bem e feliz por ter comido direito!
Ai que saudade do meu arroz com feijão!
E olha que ainda faltam 145 dias para voltar..
Inté.
p.s: hoje vi um ‘pé de mexerica’ e peguei um frutinho (ainda estava verde) para sentir o cheiro. Humm.. Cheiro das tardes assistindo filme na TV na casa dos meus pais, onde um oferecia um ‘gomo’ para outro, meio que, para ajudar a comer.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Finalmente, Universidade do Minho!


Eis mais um dia em Braga.
Eu ainda tento acostumar-me com o povo que olha esquisito e com o frio. Sabe como é, esse povo que veio dos trópicos. Bom, hoje foi um dia muito bom. Dormi no apartamento de Helena, pois tive reunião às 10h30 no Gabinete de Relações Internacionais para efetuar minha matrícula e esta oficialmente em intercâmbio. Chegando lá encontro dois brasileiros piauienses e um italiano de Sardenha. Como sou ‘pra frente’ já fiz amizade com o povo e ofereci a Helena como guia... rsrs
Marco, o italiano, ainda procurava apartamento daí como eu não tinha mais nada para fazer, sendo que minhas aulas só começam daqui 10 dias, fui com eles procurar locais para “arrendamento” (aluguel). Passamos o dia batendo perna pelas redondezas da universidade subindo e descendo ladeira. Aff! Cansa, viu?!
No mais, o dia se resumiu a isso. Já fiz minha inscrição na biblioteca, configurei meu laptop para acessar internet aqui na Residência Universitária de Santa Tecla, ou seja, “minha casa” por cinco meses e fui nos chineses comprar coisinhas para meu quarto como vasilhas, talheres e caixas para guardar coisinhas.
Ainda não arrumei o quarto. Pretendo fazer isso hoje, se bem que agora, já são 23h47 (19h47, no Brasil), enfim...
Tenho que fazer para me sentir em casa e com menos saudade de Palmas, Araguaína...
Hoje é dia de “Sardinha Biba”, uma discoteca (boate) que tem perto da residência, mas não fui. Tenho que terminar o bendito artigo da disciplina de Métodos Interdisciplinares e é para amanhã! Ainda bem que estou com 4 horas de vantagem! Rsrsrs
As meninas do andar de cima estão se arrumando para ir e minhas coleguinhas do quarto ao lado também! Elas podiam tirar o salto para pisar nesse piso! Nossa, dá nos nervos! Já entendi o porquê que não gosto de apartamento.
Bom, das resoluções de ontem, ainda não aprendi ‘misturar’ a água no banho! Hoje passei aperto. Entrei na ‘casa de banho’ e ao ligar o chuveiro veio gelado, daí consegui colocar um ‘quentinho’, depois a água veio ‘pelandoooo’, daí mexi um pouco e veio mais fria do que água de congelador de geladeira! Aff!  Agunia demais! O esquema deve ser milimétrico! Só pode!
É isso. Vou concentrar aqui porque amanha vou aprender andar a pé nessa cidade. Da ‘minha casa’ até o campus são 20 minutos a pé. Beijos!
p.s: A cerveja custa 60 cêntimos! Menos de R$ 1,50! Adoro pagar cerveja com moeda! \o/


Chegando em Braga...


Helena e sua mãe (Maria Célia) foram me buscar em Porto. Assim que as vi tive um alivio danado. Claro que conheci outras pessoas durante esse sobe e desce de aeronaves, nesse caso, 3 mulheres que também vinham para Portugal para estudar, uma advogada mineira que estava com a filha e veio fazer doutorado em Coimbra, outra sulista que ia para Aveiro e a última que era professora de biologia e iria para Guimarães.
É tão mais fácil quando você encontra pessoas na mesma situação que a sua! Durante a viagem percebi uma coisa muito clara: portugueses não gostam de brasileirAs! Isso mesmo. Consideram que todas que vêem para cá vem levar uma vida ‘fácil’. Daí, quando você diz que veio fazer Mestrado, eles mudam de fisionomia e te tratam uns 10% melhor...
Ainda bem que eu tenho tia Maria Célia e Helenita como apoio integral.  Tenho a certeza que elas foram o principal alicerce para que eu viesse para cá e conseguir fazer meu Mestrado e tão almejado intercambio.
Braga é uma cidade bonita, principalmente o Centro Histórico. E que frio da peste! Às 12h (8h no Brasil) o termômetro marcava 22 graus. Nada bom para uma pessoa que nasceu e foi criada entre os trópicos, ou seja, CALOR.
Minhas primeiras impressões com relação às pessoas e a cidade em si. Primeiro de tudo, as pessoas te olham esquisito e são meio ‘brutas’(mal educadas mesmos!), gritam o tempo todo (é, porque aquilo não é falar, é gritar), palavrões são mel em suas bocas, estacionam os carros em qualquer lugar e não são bons em combinar tons e roupas. Claro que tudo isso é opinião minha e ninguém tem nada a ver com isso.
Aqui na região da Universidade do Minho as pessoas são bem bonitas tanto homens quanto as mulheres (essas, lindíssimas). Mas eu já captei o sentido da coisa! É só colocar uma bota, um casaco, um lenço ‘bacaninha’ e um super óculos no rosto. E claro, cabelos sempre soltos e com um corte estranho, nesse último caso, os meninos! Daí você arrasa baby...
Outro detalhe do meu primeiro dia em Braga foi que já me instalei na Residência dos Estudantes Santa Tecla. O quarto parece um ovo de tão pequeno, mas é tudo novinho e limpinho. Minha colega de quarto ainda não apareceu e olha que eu cheguei 8 dias atrasada! Por enquanto, o quarto é só meu! Isso é bom ou não!
Na Residência Santa Tecla fica um porteiro na guarita e seu nome é Said. Ele deve ser africano e é super engraçado, além de dizer que entende o português brasileiro.
Depois de me instalar fui para a casa da Helena e capotei! Estava (estou) muito cansada ainda e com as idéias alteradas, até porque estou adiantada 4 horas. Ah! Mas aqui estamos no horário de verão até o dia 31 de outubro, depois disso, a diferença fica em 3 horas! (Grande diferença)
Liguei ao meio-dia daqui para meu pai perguntando se minha mãe tinha chegado da escola e ele disse que ela tinha acabado de ir trabalhar... Opss!
Demora acostumar um pouco... rsrsrs
Enfim, dei noticias para meu povo o mais rápido possível! Na quarta (hoje) terei reunião com a coordenadora do Mestrado em História para definir minha vida acadêmica e daí sim, acredito que a ficha caíra, pois começarei a assistir às aulas.
À noite fomos ao Centro Histórico, que fica bem próximo da UMinho e é tão lindo! Prédios seculares, aquele ar bucólico e para premiar minha noite uma artista de rua tocando um violino. Tudo de lindo e diferente. Às vezes senti que estava naqueles filmes medievais. Viagem danada, mas a impressão é essa!
E o frio?? Quase tive um ‘trem’!  Pergunto para Helena se estava frio na rua, ela abre a janela e diz que “está de boa”. Eu, inocente (mas nem tanto) peguei a jaqueta de couro e um lenço, nada de luvas, botas ou gorros. Quase morri de frio! Dedos das mãos e pés congelados, nariz, orelhas e bochechas queimando e cabelo gelado! E um termômetro indicando 19 graus! Tá! Sei! Mentira! Fazia uns 10 a 12 graus! Tenho certeza! E olha que ainda é outono! Estou fu...
Por enquanto é isso. Estou me acostumando com o jeito do povo daqui. E evito pensar na minha rotina palmense para não sentir tanta solidão. De tudo, só não sinto tanta falta do calor que faz por lá nessa época. É difícil dizer isso, mas assim que cheguei e vi tudo novo pensei em ir embora e me deu um aperto no coração.  Por mais que estivesse com minha amiga, senti-me tão sozinha. Primeira coisa que fiz logo em seguida? Liguei para as pessoas importantes na minha vida e pode escutar suas vozes e tipo ‘bola pra frente’...
Mas é isso. Foi o que eu escolhi e tenho convicção que essa experiência me proporcionará bons frutos profissionais e pessoais valiosos! Estou pagando (literalmente) para ver.

*Coisas que tenho que aprender ou melhorar (bastante):
  • ·         Mexer no aquecedor (vai que eu me queimo?);
  • ·         Misturar água quente com a fria na hora do banho (friooooo demais);
  • ·         Secar o cabelo com secador após lavar (o cabelo fica um picolé: frio e duro);
  • ·         Mexer na máquina de lavar da lavanderia da residência (parece um monstro aquilo).

Cheguei, ora pois!


Cheguei.
Depois de passar um pouco de raiva com a TAM (arrebentaram minha mala) e a TAP (por simplesmente, eu não estar marcada nos vôos) cheguei a Braga. Um frio do cão! 12 graus!
Mas, contando sobre o começo. Saí de Palmas, às 4h e naquele momento o termômetro marcava 26 graus! Isso mesmo, madrugada pegando fogo na capital tocantinense. Tudo tranqüilo no vôo, tirando a barbeiragem do piloto da TAM na hora de pousar (freou bruscamente) eu sai viva e morrendo de sono. Na noite do domingo, ficamos bebendo a noite toda e eu não conseguia ficar em casa por causa do calor e da vontade danada de chorar. Ai! Como é ruim sentir saudades.
Enfim, minha prima foi me buscar no aeroporto de Brasília e de lá fomos até a Embaixada pegar meu Visto. Depois de um chá de cadeira de 1h30, consegui a autorização para viajar para terras lusitanas.  Na Embaixada mesmo já peguei algumas dicas com o médico veterinário Eduardo que estava terminando seu mestrado em Lisboa. Foram ótimas e TODAS utilizei já no meu primeiro dia aqui.
Eu e Mayara fomos para casa dos meus tios e simplesmente CAPOTEI. Mas Brasília estava tão quente, seco e abafado que o sono não foi muito proveitoso. As 14h30 desci para o aeroporto para embarcar para Portugal. Quanta gente! Mais de 1h30 esperando na fila para o check-in e gente de todo tipo: casais apaixonados despedindo-se (nesse momento lembrei-me de uma pessoa em especial, vulgo codinome é Roberval... rsrs.. rimou), padres, freiras, bebês, povo branco, amarelo, rosa e preto...
Bom, na hora de me acomodar no vôo (um avião modelo A330) vejo os belos comissários portugueses. Iara e Maianna adorariam, pois eram do jeitinho que elas gostam... rsrsrs
Nosso jantar foi polenta com carne bovina de panela, pão, bolo de mandioca, saladinhas e outro pão lá (Eita povo que gosta de pão!)
Minha vizinha de poltrona era uma baiana que ia visitar a filha na Espanha e sentei no corredor. Um saco! Toda hora passando gente. Dormir? Foram 10 horas de vôo sem saber o que era isso! Pescoço e articulações todas doloridas e sinto-me cansada ainda hoje.
Sei que passei meu tempo batendo papo com a ‘tia’ baiana, assistindo ‘Sexy and the City 2” e o “Príncipe Persa”, além de ler (e reler mil vezes) a bandeira do meu Brasil com os votos de sucesso do meu povo e ver (e rever duzentas mil vezes) as fotos que trouxe. Bom, nesse momento, eu chorei. Caladinha, mas chorei tudo que tinha para chorar: a família, meus irmãos, meus pais, meus amigos, meus colegas  e alguém em especial. É tão difícil sentir saudade e não desistir!
Quando estava quase no meio da duração do vôo (e eu sabendo que embaixo de mim só tinha água) pensei assim: “É neguinha, agora tu rodou. Vá e faça das coisas as mais perfeitas possíveis...”
Preocupo-me com o que vim fazer aqui: estudar!
E sempre vou fazer o melhor que puder.
É tudo novo. Ainda não caiu a ficha.
A primeira semana é a mais difícil...
Mas eu dou conta!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Branco ou Nulo?


Recebi por email e achei interessante compartilhar com vocês.

VOTO BRANCO E VOTO NULO: 
DIFERENÇAS DESCONHECIDAS

Voto branco e voto nulo: diferenças desconhecidas. A importância do voto nulo em uma eleição e o motivo do governo não ressaltar essa importância perante a população.


Se você não sabe em quem votar nas próximas eleições, vale a pena saber sobre voto BRANCO e NULO!

Os votos em BRANCO significam "TANTO FAZ" e são acrescentados ao candidato de maior votação no último turno. Ou seja, se existem dois candidatos Tubarão e Galinha, Tubarão termina com 52% dos votos, Galinha recebe 35% dos votos, 10% são votos em branco 3% são nulos, isso significa que 3% dos eleitores não querem nem Tubarão nem Galinha no poder, mas 10% dos eleitores estão satisfeitos tanto com Tubarão como com Galinha, o que vencer está bom. Neste exemplo, Tubarão tem uma aceitação de 62% do eleitorado. (52% + 10% dos votos em branco). O voto em branco é um ato de conformismo.

Já o voto NULO é um protesto válido. Ele quer dizer que o eleitor não está satisfeito com a proposta de nenhum candidato e se recusa a votar em um ou outro. Esse tipo de voto é importante e é o que efetivamente faz a democracia, pois a existência dele permite que o eleitor manifeste a sua insatisfação.

O problema é que existe muita pressão para a escolha de um candidato e pouca explicação do que escolher significa. Explicam como votar em um candidato ou como votar em branco, mas ninguém explica como anular um voto. Pois bem, para anular um voto é preciso digitar um número inexistente no número do candidato. Se um eleitor experimenta votar em branco, o terminal eletrônico avisa "Você está votando em branco" e então o eleitor pode confirmar, ou corrigir. Mas se o eleitor coloca um número inexistente num terminal, ele acusa "Número incorreto, corrija seu voto". Assim, os votos NULOS são desencorajados. Por que os votos nulos são desencorajados? Por que ninguém fala deles?

E por que eu falo deles? Porque, se na eleição entre Tubarão e Galinha, Tubarão terminasse as eleições com 42% dos votos e Galinha com 30%, 10% de brancos e 18% nulos as eleições teriam que ser repetidas e nem Tubarão e nem Galinha poderiam participar das eleições naquele ano. Ou seja, o voto nulo, do qual ninguém fala e que o terminal acusa como "incorreto, é o único voto que pode anular uma eleição inteira e remover do cenário todos os candidatos daquela eleição de uma só vez".

Se nenhum dos candidatos conseguir maioria (mais de 50%) no último turno, as eleições têm que ser canceladas! Os candidatos são trocados e novas eleições têm que ocorrer.

Então, contribuindo para a campanha do voto consciente, se alguém estiver votando em Tubarão ou em Galinha, mas preferia não votar em nenhum dos dois, pode optar pelo voto INCORRETO, o voto NULO.

Não seja obrigado a votar em quem você não quer no poder!!!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

"Meu projeto"

No dia 10 de setembro defendi meu projeto de dissertação. Que sufoco!
Nunca fiquei tão gelada e com tanto medo como nesse dia!
Enfim, deu tudo certo.
Tenho que adequar algumas coisas e seguir em frente.
Dia 27 de setembro embarco para Portugal e lá, meus queridos, será pauleira!
Que venha serviço, então! \o/
Eis um pouco da minha apresentação logo abaixo:

sábado, 18 de setembro de 2010

Música do Mês II

Aliás, são músicas!
Tenho escutado MUITO essas três!






Frase do Mês

"vou lá, andar, e o que eu vou ver, eu sei lá"
(Primeiro Andar - Los Hermanos)

Intercâmbio: Guia de Sobrevivência - Parte III


Continuando...
50 - Penso rápido = band’aid
51 - Penso higiénico = absorvente
52 - Tampão = absorvente interno

53 - Se na farmácia te perguntarem se quer a “pica no cu ou no braço”, não vá agredir o farmacêutico, ele está apenas te perguntando se você quer a “injeção
na nádega ou no braço”.

54 - Sandes = sanduiche
55 - Natas = Creme de leite
56 - Claras em castelo = claras em neve
57 -Engatatão = garanhão, paquerador, mulherengo.
58 - Mulher-a-dias = faxineira
59 - Paneleiro = viado
60 - Casa de banho = banheiro
61 - Nadador- salvador ou banheiro = salva-vidas
62 - Bicha = fila. Mas é bicha também!
63 - Sanita = vaso sanitário
64 - Pai-Natal = Papai-Noel
65 - Fato = terno (roupa)
66 - Fato de banho = maiô
67 - "Se calhar" = "Se ocorrer, se der" 
68 - Letra Capa (k)= Letra Ca (k)
69 - Escadote = escada pequena70 - Brócolos = brócolis
71 - Camião = caminhão
72 - Controlo = controle
73 - Carta de condução = cateira de motorista
74 - Desodorizante = desodorante
75 - Desporto = esporte
76 - Equipa = equipe
77 - Metropolitano ou metro = metrô

E tem mais,
Prego é prego mesmo, mas também pode ser um 'sanduiche de filé bovino'. Como por exemplo, "Prego no prato" é um filé com batatas fritas e salada.
Um "ovo a cavalo" é o ovo em cima do filé.

:P

Só 8 dias meu povo! 
Frio na barriga..

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Música do Mês

Vou sentir sua falta..
Muita falta mesmo!
Mas o tempo passa rápido...

"Me ensina perceber os segredos desse amor!"

Intercâmbio: Guia de Sobrevivência - Parte II

Continuando, as aventuras pelos palavreados portugueses!

26 - Fita-cola ou fita-adesiva = durex (Durex é marca de camisinha)
27 - Miudos ou putos =  crianças. Existe feminino de miudo, mas feminino de puto é mau! ;P (ou seja, putas!)
28 - “Ir às meninas” significa “ir às prostitutas”
29 - Cheque careca = cheque sem fundo
30 - "Apanhar um cagaço" = "morrer de susto"
31 - "Dar em águas de bacalhau" = "Dar em pizza"
32 - Carro descapotável = carro conversível 
33 - Panela se coloca no lume e não no fogo
34 - Uma drogaria, vende tudo que você possa imaginar, menos remédios.
35 - Estalo = tapa
36 - Giro = bonito, engraçado
37 - Fixe = massa
38 - Curtido, porreiro = massa
39 - Canalha - chama-se a grupo de crianças ou adolescentes 
40 - Multibanco = Caixa eletrônico
41 -  “Ao fim e ao cabo” = “No final das contas”
42 - Bairro de lata = favela
43 - Explicador = professor particular
44 - Empregados de mesa = garçons
45 - Bebida espirituosa = Bebida destilada
46 - Cacete = baguete de pão
47 - Estores = persianas
48 - Pastilha elástica = chiclete
49 - Fiambre = presunto, de forno / Presunto = presento cru, defumado
50 - Penso rápido = band’aid

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Intercâmbio: Guia de Sobrevivência - Parte I

Eis que minha amiga Helena Roriz me forneceu um rápido guia de sobrevivência, claro começando pela barreira linguística. Que complicação! Mas tenho que aprender tudinho, não quero pagar mico! Sério mesmo!
Lá vai!
Algumas palavras diferentes do nosso português brazuca!

1 - Nunca ficar ofendida se te chamarem rapariga. Rapariga não é nada mais além do feminino de rapaz. Menina, no caso.
2 - Autoclismo = descarga
3 - Água fresca = água gelada
4 - Autocarro = ônibus urbano / Camioneta = ônibus de longo curso
5 - Comboio = trem
6 - Eléctrico = bonde
7 - Telemóvel = celular
8 - Cabine telefónica = orelhão
9 -Talho = açougue
10 - Cuecas = calcinhas e cuecas mesmo
11 - Camisola = uma blusa de mangas.  
(Os homens usam camisa, as mulheres blusa e ambos usam camisola. Camisola é um agasalho.)
12 - Camisa de dormir = camisola
13 - Abrir a luz é a mesma coisa que acender a luz.
14 - Agrafador = grampeador e agrafos = grampos
15 - Ganchos = grampos de cabelo
16 - Mola (de cabelo) = piranha
17- Verniz = esmalte de unhas
18 - Frigorífico = geladeira
19 - Congelador ou arca congeladora = freezer
20 - Fino (Norte) ou imperial (centro e sul) = chopp. Uma girafa é um chopp maior que os normais. Um Tango é chopp com groselha; Diesel é chopp com Coca-Cola e Panaché é chopp com 7-Up/Sprite
21 - Apelido = sobrenome; Alcunha = apelido
22 - Caixa de mensagens = secretária eletrônica
23 - Passadeira = faixa de pedestres
24 - Rés-do-chão = andar térreo
25 - Cu / rabo = bunda ("Que grande cu!" = "que Bundão!"

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Intercâmbio: Não esqueça de levar...



 
  • Passaporte( leve uma cópia das principais folhas)
  • Visto de estudante
  • Passagem aérea e o roteiro de embarque ( tire uma cópia)
  • Autorização para menor ( se necessária)
  • Carta com o endereço e telefone da família hospedeira
  • Moeda nacional : o vôo pode atrasar , você pode querer mostrar e até trocar.
  • Moeda do país de destino para as primeiras despesas.
  • Travellers checks ( anote os números em separado)
  • Cartão de telefonia
  • Carteiras internacionais de desconto
  • Caixinha de costura
  • Caixinha de primeiros socorros e medicamentos
  • Caneta e caderninho de viagem
  • MP3
  • Relógio com despertador
  • Dicionário
  • Lista de telefones e endereços (atualize antes de viajar)
  • Fotos de família e amigos Cartões postais do Brasil
  • Máquina fotográfica e baterias extras ( registre antes de embarcar)
  • Mochila pequena para viagens de final de semana
Então, existem outras dicas das empresas áereas. Dai, você tem que ver no site de cada uma delas. O da TAP, empresa que vou para Portugal, é bem completinho. Confira aqui!

Intercâmbio: Hora de arrumar as malas!

Putzz! Apenas 12 dias para o meu embarque para Portugal.
Que nervoso! Dai, chega a hora de arrumar as malas. E o que colocar dentro dela? O que levar? Frio ou calor?
Bom, no meu caso será frio, muito frio.
Chego no início do Outono e pego o Inverno europeu..
Ohh Beleza! Para quem nunca passou um frio abaixo de 20º, estou bem na foto (coitada)...
Enfim, li em alguns lugares sobre o que levar na mala e as respostas estão logo abaixo. :D

1. Quais as orientações importantes sobre a bagagem?

As bagagens deverão estar identificadas, tanto na parte interna quanto externa. A identificação precisa conter sem nome e endereço completos. Hoje em dia, as malas tem segredos, apenas não se esqueça quais são os números. Se usar um com cadeado, preste atenção onde está colocando a chave e tenha sempre uma sobressalente em outro local.

Ao despachar a bagagem, verifique no comprovante se o destino ali impresso é realmente o seu. Para facilitar a visualização da bagagem na esteira do aeroporto e não correr o risco de carregar a mala de ninguém por engano, coloque motivos que a diferencie das outras para facilitar seu reconhecimento - como uma etiqueta ou faixa colorida. Retire sua bagagem da esteira logo após o desembarque. 




Leve sempre um casaco na mala de mão, mesmo quando estiver indo para um destino com temperaturas altas. O ar condicionado do avião pode ser forte. Ë onde você também vai colocar os objetos de valor, como jóias, e seus remédios . Por motivos de segurança, tesouras e outros objetos de metal e/ou pontiagudos devem ser despachados na bagagem. Até mesmo aquela inocente tesourinha de unhas.

Coloque também o endereço e o telefone da escola e da família hospedeira ou do dormitório. Se houver qualquer atraso ou mudança no seu vôo, lembre-se de avisar a família e a escola. Inclua na sua bagagem de mão uma muda de roupa para o caso de extravio das malas.


Para escolher as roupas, considere o clima e, principalmente, as normas culturais do local. No hemisfério norte, a estação é contrária à do Brasil. No exterior, as pessoas se vestem de maneira simples e você , que está indo fazer um curso, vai ver que todos usam roupas práticas.
Coloque na mala algumas camisetas, duas ou mais camisas de manga longa, uma jaqueta ou malha, e duas calças jeans, uma roupa para você ir às “discos”, e está tudo pronto.
Procure levar roupas básicas e de cores clássicas, como branco, preto e cáqui, pois assim você não irá enjoar tão rápido se tiver que vesti-las muitas vezes. Não se esqueça que há lugares em que não é permitido entrar de bermuda ou shorts. 
Leve roupas e sapatos confortáveis. Um par de tênis ou botas e sandálias baixas irão deixar seus pés felizes.  

Dicas para as Moças
  • 2 calças jeans
  • 2 calças de outro material que esteja acostumada
  • 2 vestidos ou 2 saias
  • 1 conjuntos esporte de nylon ou moleton
  • 2 pijamas/camisolas
  • de 3 a 6 camisetas para o dia-a-dia, cotton ou malha
  • 2 conjuntos do tipo “twin set”
  • 1 conjunto ou vestido social (para uma ocasião especial)
  • 2 bermudas
  • 6 pares de meias para usar com tênis
  • 3 pares de meias finas
  • 1 casaco de lã ou couro
  • 2 malhas de lã
  • 2 pares de tênis ou 1 tênis e 1 esporte
  • 1 par de sapatos sociais
  • 1 par de chinelos ou sandálias
  • 1 biquini ou maiô
  • 1 sandália
  • roupas íntimas (pelo menos 8)
  • 1 bolsa e 1 mochila para o dia-a-dia
  • 1 bolsa social
  • óculos escuros, boné, chapéu, gorro
 Dicas para os Rapazes
  • 2 calças jeans
  • 2 calças esportivas
  • 1 calça social
  • 1 conjunto esporte de nylon ou moleton
  • 2 pijamas
  • de 6 a 8 camisetas para o dia-a-dia
  • 3 camisetas do tipo regata
  • 2 camisetas do tipo polo
  • 2 camisas sociais (para alguma ocasião especial)
  • 1 gravata e um paletó/blazer (veja se vai precisar de um terno)
  • 8 pares de meias
  • 3 bermudas
  • 1 casaco de lã ou de couro
  • 2 malhas de lã
  • 2 pares de tênis e 1 sapato esporte
  • 1 par de sapatos sociais
  • 1 par de chinelos ou sandálias
  • 1 sunga ou shorts p ara banho
  • sapato (s) ou bota (s) do seu gosto
  • roupas íntimas (pelo menos 10)
  • óculos escuro,boné,gorro,chapéu
Para que vai enfrentar um 'frio básico' (tipo EU!), terá que providenciar casaco e botas especiais para a neve ou vcompre lá, logo ao chegar (vou fazer isso). Além de cachecol, luvas, touca e, eventualmente, roupa específica para esqui.
 Ahh, se você é o bebezinho da mamãe (não sou eu) nõ esqueça de levar esses dias meu querido (a):
  • escova e pasta de dente
  • escova/pente para os cabelos
  • sabonete /cotonetes
  • shampoo e condicionador
  • desodorante
  • perfume / colônia
  • aparelho e loção para barbear
  • gel para os cabelo
  • absorventes para as meninas
  • creme hidratante
  • protetor solar
  • cortador de unhas
Bom, por hora é isso!
Em outro tópico postarei sobre "o que você não deve esquecer de levar"! Beleza?!

Fonte: CP4