Procura ai...

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Chove chuva!


Adoro chuva!
Primeiro porque dá uma refrescada no tempo e depois, porque só lembra coisa boa: ficar deixo de lençóis assistindo filme com o amorzinho da gente ou com as primas, tomar banho de chuva na rua e inventar qualquer tipo de brincadeira, ler, dormir, e, o melhor de tudo, escutar os pingos caindo no chão! Bom demais!
Hoje, depois de uns 3 meses sem chover, eis que São Pedro resolveu fazer uma faxina daquelas em Araguaína! Nossa! Precisava, viu... Muito quente e abafado por esses dias!
A natureza deve está em festa com tanta água que está descendo hoje! U-hu!
O único problema de chover nem ninguém esperar é que tudo fica atrasado e chegar ao trabalho é um dos principais exemplos! rsrsrs
A chuva me faz recordar muito (muito mesmo) de Braga! Ô cidade que chovia!
Como abriam a torneira podia esquecer, tinhamos que ir para a universidade debaixo dela..
Inúmeros guardas-chuva de pessoas ficavam pelo caminho, sem contar com o vento ultra-mega-power forte, a bota descolando, os dedos dos pés começando a ficar congelados e um friooooo!
Eu sou um ser da água! Onde estiver água, estou feliz! E chuva.. Ahh a chuva.. É meu maior xodó!
Desce água São Pedro!
\o/

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Baixou o Santo, opss.. O Divino!


Hoje, finalmente hoje!
Comecei a redigir minha dissertação.
Por mais dúvidas que eu tivesse sobre o quê realmente seria essa pesquisa ou será que era isso que eu queria.. Tudo foi solucionado e baixou o santo! Opss.. O Divino!
Já tinha dois artigos escritos sobre o material que tive contato em Braga, por isso, o pontapé foi dado e tudo indica que se, minha inspiração contribuir, apresento minha dissertação no dia 15 de dezembro!
Tenho que entregar no dia 15 de novembro, ou seja, no dia 16 porque nessa data aí será feriado.
Dia 16, 17 e 18 teremos nosso seminário de integração e eu, imersa na defesa!
Espero que dê certo.
Pretendo escrever pelo menos 150 páginas. Nada mais que isso.
Por mais que seja um trabalho da área de humanas, odeio encher linguiça. Objetividade é tudo nessa vida! Principalmente na acadêmica! Assim espero...
Entrevistas realizadas, fotos OK, vídeos OK..
Tudo bem que ainda falta algumas leituras, mas estou cuidando disso! =P
Agora é foco!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Eu, Mulher de Câncer...

 
Mulher de Câncer

Ela é meio doida, qualquer coisa triste e surpreendementement...e sábia. Não são extremistas como as geminianas, mas certamente sofrem, regularmente, de uma variação de humor pelo fato de que se ressentem fácil com as coisas. No entanto, se tem uma coisa que não muda na mulher de câncer é o seu senso de economia. São conhecidas no zodíaco pelo porquinho de segurança onde colocam moedas, convictas e determinadas. Escondem seu tesouro debaixo do colchão e ninguém nem desconfia que tem alguma coisa lá, tamanha é a modéstia dessas meninas. E é bem provável que a especulação monetária e o valor do câmbio sejam alguns de seus assuntos preferidos.
Mas não ache que por isso precisa lhe dar presentes caros. Pelo contrário, ela achará isso um exagero. A mulher de Câncer definitivamente não precisa de um homem de posses, só precisa que ele seja capaz de adquiri-las. Ajudará a consegui-lo, mas lhe deixará sozinho se tiver que gastá-lo. Boa notícia! O cartão de crédito não poderia estar em mãos menos perigosas que as delas.
Leve-a para ver o mar, a lua. Isso faz bem as nativas desse signo. Câncer é um signo lunar. Então esse cenário mexe seriamente com essas mulheres (algumas chegam a mudar de acordo com as fases da lua). É ali, num lugar que é delas e só delas (mesmo que seja tão grande quanto o mar), onde se desfazem da carapaça do carenguejo e a imensa infinidade de seus sentimentos respiram aliviados. E ai você vê como, apesar da aparente rigidez, a canceriana é inteiramente feita de água salgada. Pode ser de mar, pode ser de lágrima. Câncer é o signo mais emocional do zodíaco. A racionalidade de suas economias nada mais é que uma resposta ao seu desejo de segurança.
Das duas uma: quando elas estão apaixonadas ou são tão tímidas que parecem desinteressadas ou se insinuam de jeito delicado, feminino e enlouquecedoramente suave. Mas dificilmente serão elas que tomarão a iniciativa. O caranguejo só anda para os lados. Até porque as cancerianas temem muito serem rejeitadas e aceitam sempre muito bem repetidas confirmações de afeto.
São donas de um conceito de amor muito raro e é realmente muita sacanagem brincar com o sentimentos dela que já são tão afetáveis. Esteja certo: uma vez que ela se sinta magoada e decepcionada, veste decidida a sua carapaça e você não sabe mais quem está do seu lado (isso se ela não está trancada na carapaça do quarto dela e só Deus sabe quando ela vai sair de lá). Magoá-la é extremamente fácil. Até se você disser que ela está bonita hoje, pode ser coisa ruim (sim, porque isso significa que ela estava feia ontem).
Cancerianas são assim. Dispostas a enfrentar o que for se você expressar sinceramente que está lá com ela e que ela é importante. Amarão alguém de um jeito dedicado, forte e profundo como o oceano dentro delas. Te fará rir, lhe oferecerá sergurança, bem como estará disposta a sair do caminho de casa e ver onde vai dar aquela estradinha de terra. Basta que você esteja lá.
Ah, e ultima coisa: nutra (ou disfarçe) um lindo afeto por sua sogra.

____
Texto de Eduardo Aguiar escreveu essas características das Mulheres dos 12 signos, o fez perfeitamente... Através de estudos e adaptações que ele realizou em um livro, a saber GOODMAN, Linda. Seu futuro astrológico. Rio de Janeiro: Record, 1968.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Frase do Mês

Na minha memória - tão congestionada - e no meu coração - tão cheio de marcas e poços - você ocupa um dos lugares mais bonitos.
(Caio Abreu)

Transbordando...


Esses dias pensando na vida descobri que mudei vários pensamentos e atitudes que tinha perante a vida e seus acontecimentos.
Parei de sofrer e imaginar o quê poderia acontecer com X, Y ou Z.
É difícil, mas um dia a gente aprende.
Quem sabe não foram as inúmeras pauladas na nunca que já levei em relacionamentos, trabalhos e lugares.. Acontece! E o pior de tudo é que a gente cria uma casca e essa vai ficando mais dura a cada ano que passa e principalmente, a cada relacionamento por qual passamos. E a minha casca estava grossa! Bem grossa! Diga-se de passagem...
É complicado abrir-se ao novo e por isso, nesses últimos meses tenho preferido não ter maiores sentimentos e muito menos demonstrar afeto por alguém. Mas como eu sou sentimento, não consegui. Claro, que diminuí a empolgação em 300% quando acontece algo diferente ou quando permito que alguém se aproxime de mim...
Fato é que estou começando a gostar de alguém novamente e gostar de verdade.
O melhor de tudo é que eu posso ser do jeito que eu sou! O que nos antigos relacionamentos era impossível. Sim, meu povo, eu me anulava! E isso, depois das pauladas.. NÃO acontecerá mais! Aprendi a me completar e 'me bastar'.. Não preciso de um companheiro para ser FELIZ. Eu sou feliz comigo mesma, com minha vida, meu trabalho (podia receber mais.. rsrsrs), com meus amigos e minha família.. E só isso basta!
Gostar de alguém hoje em dia não será para que me complete, mas sim para que eu possa viver tranquila e sentir uma coisa gostosa por outra pessoa.. Aquela coisa do gostar, do cuidar, do amar... Que esse gostar seja viver o 'plus' da vida e não o alicerce dela! Que esse gostar me possibilite transbordar...
Está com alguém hoje é começar a quebrar essa casca que foi criada ao longo dos três anos e que aos poucos vai desmoronando como quando o vento bate em uma serra e leva seus grãos de areia..
Tudo devagar, aos poucos e com leveza...
Sim, estou gostando de alguém.. E nunca pensei que poderia dizer e sentir isso de novo..
=)


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails