quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Meninos que disseram..

 Mulher vive de carinho.Dê-lhe em abundância. É coisa de homem sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro.
Beijos matinais e um 'eu te amo’ no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Flores também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.
Respeite a natureza. Você não sup...orta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia.
Não faça sombra sobre ela. Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.
Aceite: mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar.
O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.
É, meu amigo, se você acha que ter mulher custa caro demais, vire gay. Só tem mulher quem pode!

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Frase do Mês

Peço pra que, um dia, se pensares em trazer-me seus olhares, faça porque te convém.
(Los Hermanos)

A fita métrica do amor...

 
Martha Medeiros

Como se mede uma pessoa? Os tamanhos variam conforme o grau de envolvimento. Ela é enorme pra você quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito, quando olha nos olhos e sorri destravado. É pequena pra você quando só pensa em si mesmo, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa justamente no momento em que te...ria que demonstrar o que há de mais importante entre duas pessoas: a amizade.

Uma pessoa é gigante pra você quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto. É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma. Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamentos clichês.

Uma mesma pessoa pode aparentar grandeza ou miudeza dentro de um relacionamento, pode crescer ou decrescer num espaço de poucas semanas: será ela que mudou ou será que o amor é traiçoeiro nas suas medições? Uma decepção pode diminuir o tamanho de um amor que parecia ser grande. Uma ausência pode aumentar o tamanho de um amor que parecia ser ínfimo.

É difícil conviver com esta elasticidade: as pessoas se agigantam e se encolhem aos nossos olhos. Nosso julgamento é feito não através de centímetros e metros, mas de ações e reações, de expectativas e frustrações. Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente, se torna mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes.

Não é a altura, nem o peso, nem os músculos que tornam uma pessoa grande. É a sua sensibilidade sem tamanho.

domingo, 16 de outubro de 2011

A dor e o sabor do primeiro amor..







O doce sabor do primeiro amor...
Como esquecer aquele amor juvenil e quase impossível de acabar?
O primeiro amor.  Hoje meu irmão muda de cidade, pois terminou o curso, formou e agora vai aprender ser gente grande e trabalhar todo dia. O problema (seria esse o termo?) é o namoro. A primeira namorada... O primeiro amor. Ela não se contem em choro e expressões de tristeza em sua face. Eu, apenas observo e vejo um filme passar em minha mente.
Lembrei do meu primeiro grande amor. Todos os meus amores são grandiosos, pois vivo-os intensamente... Meu primeiro namorado (escondido, diga-se de passagem) teve que partir e senti uma dor tão profunda que dilacerava meu peito por dentro, como se o mundo fosse acabar...
 Uma mistura de sentimentos e lágrimas. Estava feliz por ele ir, pois seria algo muito bom, estava triste por perdê-lo, não ver mais todos os dias, não senti o toque de suas mãos em meu rosto, principalmente, não sentir o cheiro e o suave sabor dos seus beijos. Eu chorava tão intensamente que doía a alma...
Mas você pensa que nunca mais senti isso?
Senti novamente, sinto e continuarei sentindo...
Hoje meu coração dói do mesmo jeito e com a mesma sensação de 10 anos atrás, mas não é porque lembrei meu primeiro grande amor... Dói por saber que apesar de ser bem grandinha, ainda vivo meus amores como se fossem os primeiros.
Aliás, vivo esse amor. Seria amor já? Apesar dos defeitos continuo gostando dessa pessoa com a mesma intensidade. E quando recordo das qualidades, o sentimento reforça. Para ser sincera, não queria gostar de ninguém. Gostar dói demais. Se amar é sofrer, eu não quero isso.
Sentir o peito ser dilacerado nessa altura do campeonato, depois de alguns relacionamentos sejam eles fracassados ou impossibilitados pela vida, faz-me pensar que nunca deixarei de gostar ou de me doar para o amor quantas vezes forem necessárias, ou quiçá, quantas vezes meu coração permitir...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Apenas VIVA...

Tenha sempre a essência de uma criança, onde toda novidade vira festa!
Às vezes em conversas com amigas (e amigos também) tomo as vestes de Mestres dos Magos e dou meus conselhos, só aí que percebo que eles caem com uma luva para minha vida. É... Às vezes somos ótimos conselheiros, mas esquecemos de nos aconselharmos de vez em quando...
Tenho analisado muito como a vida nos proporciona momentos mágicos [outros nem tanto] e que não os aproveitamos por querer bancar algo ou alguém que realmente não somos. Eu, por exemplo, parei de ser assim. Demorou, mas agora consigo pensar e agir dessa maneira.
Quando estou em algum lugar ou com uma pessoa e aquilo que estou vivendo, denota algo maravilhoso, desculpa, mas quero aproveitar até o caroço! Como se diz no sertão!
Aprendi com o tempo (ou seria a maturidade chegando) que não adianta querer antecipar nada, muito menos forçar determinada situação. Tudo acontece no tempo certo e da maneira que deveria acontecer...  
Se é destino ou não? Sei lá. Apenas acredito nisso.
Não estamos aqui por acaso. Não conhecemos as pessoas por acaso. Seja para o bem ou para o mal que ela proporcionará em sua vida, tudo será um aprendizado! E só depende de você absorver o que lhe parecer útil e claro, abstrair o que não te influenciará em nada.
Seja na vida profissional, familiar ou no amor... Tudo se resume em viver o momento, aproveitar cada segundo e absorver o que lhe for saudável – mesmo que seja algo ruim, sempre será bom para você! E isso não é o jogo do contente, se bem que até poderia ser..
Chegou o momento de viver! Sem crises existenciais... Incertezas e medos!
Assim que você conseguir colocar esse conceito como primordial em sua vida, tenha certeza que tudo ficará melhor, e todos os problemas que você imagina ter, são pequenos e insignificantes perto da vida maravilhosa que você ainda tem para VIVER!
Como vivemos a vida e o modo como vamos levá-la só depende de cada um de nós!
Disse esses dias atrás para outra amiga: A gente sofre porque quer! E é verdade! Se minha prerrogativa de vida for de viver feliz com o quê, como e com quem eu achar que vá me proporcionar isso... Foda-se o mundo!
A vida é sua e aproveite ela da melhor maneira possível!  Sem contar que nossos irmãos gregos já deram a dica: Carpe Diem!  =D

Resumindo: Viva o momento! Isso sim é o melhor da VIDA! Não crie expectativas! Não antecipe nada! Tudo acontece no tempo certo! Apenas VIVA...