terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Não sei se quero casar...


Sim. Não sei se quero casar.
Essa ideia de ter alguém do seu lado para a vida toda me dá uma agonia.
Claro que tenho meus momentos de querer ter alguém ao meu lado quando estou sozinha, alguém para partilhar o bons momentos da vida, mas e as outras pessoas? Tanta gente aí para conhecermos.
Sei lá. Sentimento egoísta imperando agora.
Enfim. Tenho minha vida e gosto (quer dizer, mais ou menos) de como as coisas estão indo...
Acredito que ter alguém ao meu lado me trará aquela sensação de segurança, porém, aquele sentimento de sentir o coração aquecido por se encantar por alguém, também me chama a atenção.
Se bem que nos últimos 18 meses meu coração não tem aquecido nem por nada e nem por niguém. Digo, nessa questão de homem e mulher.
Esperei demais por alguém que só me tratou bem.
Eu nunca tive/recebi amor verdadeiro. Sempre me doei demais e nunca recebi sentimento parecido em troca. SIM, eu não sei o que é receber amor de um homem. Sempre me deixei iludir com migalhas e todos me dizem que eu sempre MEREÇO MAIS.
Isso, meu amigos, são os 30 batendo na porta. A maturidade chegando e a certeza de que esse sentimento não fez parte da minha vida até agora.
Descobri um amor lindo e puro e que me enche de paz e realização: ser mãe.
É um amor diferente. De proteção e cuidado. E era mais ou menos esse cuidado que eu sempre coloquei nas minhas relações, nos meus namoros e nos meus "ficas". E não é esse tipo de relacionamento que deve existir! Não mesmo! Eu não preciso cuidar de ninguém: não sou a mãe dele. Preciso sentir tesão, paixão e admiração por um homem. E não cuidar dele!
Termino 2013 com a sensação que esperei demais. Deixei o tempo passar, mas nada adiantou.
Se não mudar minha atitude, nada mudará. E sinceramente, a mudança que eu quero não é aquela ilusão de família feliz com a o pai do meu filho. Na verdade mesmoooo, eu não quero mais ter essa ilusão.
Tenho que ter a consciência de que somos apenas pais do Pedro e só. E se já tem 18 meses que não existe nada entre nós é melhor eu acordar para vida e tocar o barco.
Eu nunca tive amor, tive migalhas.
Mereço SIM ser amada e respeitada como todas as honras e pompas que uma mulher deve ter.
Ahh tá! Eu quero SIM casar! Peço a Deus todos os dias para que me envie um bom homem, um bom pai de família e bom de "serviço" também! Já que é para pedir, vamos pedir o pacote completo! Né?
#tenhodito

Nenhum comentário:

Postar um comentário