Procura ai...

quinta-feira, 23 de maio de 2013

"amor"


Hoje você jura amor eterno, amanhã não me olha nos olhos, semana que vem você encontrará um novo “amor” e provavelmente depois de chorar muito eu ficarei bem.
Hoje em dia “eu te amo” virou bom dia, boa tarde, bons sonhos ou até mesmo alô como vai? Desculpe-me a sinceridade, quem sabe a petulância, mas qual é o significado do amor? Prefiro não ouvir um “eu te amo” por toda a vida, do que ouvir um falso “eu te amo” todos os dias.
Eu espero amar alguém e sentir reciprocidade nisso, quero passear de mãos dadas quem sabe usar aliança de compromisso, mas sentir aquele frio na barriga, quero olhar nos olhos desse alguém e saber que ali há amor e que isso não precisa ser dito várias vezes ao dia. Eu não quero frases decoradas nem palavras repetidas, eu quero sinceridade. Mas vale um não agradável do que um sim falso. Atualmente tudo está tão monótono que uma prova de amor se resume numa atualização de status numa determinada rede social, expondo uma felicidade que não existe, ou melhor, um amor que não existe.
Tudo isso me faz crer que nasci no tempo errado. Queria ser do tempo em que uma serenata embaixo da janela era declaração de amor, que versos e poesias eram feitas descendentes de um sentimento real. Queria poder acreditar nas pessoas. Queria alguém que me convidasse pra jantar sem outras intenções e não aquele que avisa da balada do fim de semana, queria uma companhia agradável para ver um bom filme num sábado à noite. Eu queria mais simplicidade e menos aparência. Eu queria ouvir a melodia de uma música no violão vendo o pôr do sol, eu queria que o amor fosse o amor de antigamente.
Então eu acordei.

Mulhmann Karina

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Você em primeiro lugar...


Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o "alguém" da sua vida.
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas venham até você.
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!
(Pedro Bial)

Parabéns Palmas!


Antes de "começar" o dia quero parabenizar minha querida Palmas. Apesar de não morar mais nessa cidade que aprendi a amar muito, só tenho a agradecer as pessoas que fazem nossa capital ser esse lugar mágico! Palmas me acolheu durante 10 anos e me ensinou a morar sozinha, ser mulher e ser uma boa profissional! Te amo Palmas! Parabéns pelos seus 24 aninhos! Sinto saudades das suas ruas largas, fazer caminhada na Praça dos Girassóis, comer paçoca e comprar capim dourado na Feira do Bosque, compras na Avenida JK, curtir um sol na praia do Prata e o maravilhoso pôr-do-sol da praia da Graciosa, levar um susto quando a lua cheia aparece do nada no alto da Serra, recarregar as energias nas cachoeiras de Taquaruçu, ser carregada pela ventania de agosto (e comer muita poeira também), beber uma gelada e comer espetinho nos quiosques espalhados pelas quadras, ir no Festejo de Santo Antonio e pedir todo ano para arrumar um casamento e nada, mendigar carona de madrugada para o aeroporto, pedalar até o Parque Cesamar, tomar uma torre de chopp com os amigos e claro, os amigos! Sem vocês, Palmas não teria graça nenhuma! Putz! Como eu amo Palmas! Amo e reforço: SAUDADE!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails