segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Desisti dos concursos.




Desisti dos concursos!
Sério mesmo.
Passei o feriado de Carnaval inteiro pensando sobre minha vida.
Eu já passei em um concurso e minha vida está tão boa!
Tenho realizado meus sonhos e passo a passo eles estão tomando vida e encorpando.
Fiz uns cálculos e vi que nos últimos seis meses que foram dedicados para concurso público eu gastei quase R$ 5 mil em inscrições, passagens, hotel, material de aula e por aí vai.
E o cargo que eu almejava alcançar só sendo muito ninja para conseguir: analista administrativo de Tribunal!
Todo mundo quer isso e quem passa, meio que fecha a prova! Isso é loucura.
Imagina passar em um desses concursos e por mais que ganhe quase R$ 10 mil por mês vai morar em um fim de mundo! Eu não sou do interior (aliás, saí de Araguaína por achar lá provinciano demais), eu sou muito cosmopolitana para me contentar em morar em um lugar com 10 mil habitantes. E é isso que vai acontecer com quem passar em um Tribunal. Não, obrigada.
Apesar de morar em uma capital pequena, aqui me fornece tudo que preciso. Quer dizer, quase tudo: não tem mar! E uma das coisas que me fez ver que eu não queria aquela vida louca de concursos públicos impossíveis é que simplesmente, eu não tinha mais tempo para ficar com o Pedro e ele está crescendo. Não quero perder isso!
Não quero deixar de estar disponível quando ele precisar, e principalmente, quero cuidar de mim e fazer as coisas que me fazem bem, como por exemplo, viajar!
Gente! Eu amo viajar e nos últimos anos (três anos para ser mais precisa) só viajei para satisfazer a necessidade dos outros, ou seja, levar o Pedro para visitar os avós paternos ou ver o pai.
Que se danem. E eu?
Só viajei para o Carnaval no Rio de Janeiro que nem foi tão bom assim.
Não adianta, eu sou de Salvador!
Enfim..
Eu preciso pensar em mim e essa é a ordem para a vida!
Preciso voltar a planejar minhas viagens dos sonhos. Pedro está crescendo e daqui uns anos será mais independe para que eu possa fazer minhas viagens sem culpa. Estou retirando o cordão umbilical aos poucos e um dia por vez.
Esse é o lema:
"Viver bem e sempre."

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

PB4 - Atualizando informações!



Pessoal.

Por incrível que pareça (e isso eu considero incrível mesmo), o blog vem ajudando o pessoal que quer fazer intercâmbio, principalmente nesse passo a passo.´Tem gente que é super educada e outros que são um pé no saco e mal educados (olha ocomentário). 
Mas, focaremos nas pessoas educadas e de bem com a vida.
É por isso que posto hoje uma atualização das normas do PB4 (um dos mais procurados no blog) que é um acordo entre Brasil e Portugal que garante que todo beneficiário do INSS tenha direito ao atendimento em hospitais públicos nos países do acordo, pagando o mesmo valor que o cidadão do país paga. Hoje além do Brasil e Portugal, fazem parte do acordo: Espanha, Grécia, Itália, Cabo Verde e Chile!
Como eu fiz intercâmbio ainda em 2010 (passa tão rápido.. =() muita coisa muda e creio que para melhor, para facilitar a vida de quem quer usufruir desse benefício.
Deixei link para os sites pessoal.
As informações atualizadas estão no site do Ministério da Saúde
Eu particularmente não precisei usar, mas uma amiga preciso e muito! A apêndice dela estourou e foi correndo para o hospital lá em Braga (Portugal).
Uma peculiaridade, se você precisa do hospital público, pode ser que tenha que pagar. Em grande parte dos países a saúde pública não é gratuita, mas é barata. Ainda bem!
O blog EuroDicas fala um pouco como funciona a Saúde Pública em Portugal, lugar que fiz meu intercâmbio e morei 5 meses (maravilhosos e frios).

O atestado de direito à assistência médica (PB-4) é GRATUITO.

Enfim, é bom fazer! 
Nunca se sabe o dia em que o corpo resolve dar defeito.

Inté!
=D